Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Canzei !!!


 Esta é para desopilar o fígado. Um árabe que estava hospedado na casa de um primo em Bagdá resolveu ir embora e deixou um bilhete para ele.  Sugiro que você leia o bilhete em voz baixa porque tem coisa que só faz sentido se fizer assim...



Bagdad, 20 de agosto de 2010.

Salamalek, brimo Mohamed! Tôdo bemm?
Canzei dêze vida mizerável de muzulmano! Rezolvi zaír vóra enguando é dêmpo! Eu vai vuchír bára Ezdadozunídos do Amériga e abroveidar! Ezbero gue vôze non vígue búdo do vida gomígo! Zentchirêi zaudades zúas!  Ezglarêzo minhas motivos, zó para você saber, eu non guenta mais tudo que bara as muzulmanos é broibido:

01º - Zexo ântches da gazamento;
02º - Domár bebidas algoóligos;
03º - Ir nas báres;
04º - Ver delevizón;
05º - Uzar a gomputador e indernétch;
06º - Ezpórdes, esdádgios de vútbol, zurúba con os mulheres do vida;
07º - Dogár buzina nos ruas;
08º - Gomêr o gárne da bôrco;
09º - Múziga non religioza;
10º - Ouvir rádgio, aibód e emebê3;
11º - Vazêr o bárba;
 Além dízo, brimo, gá endre nóis:
12º - Dém areia bor todas as lados e nenhuma buggy bára nóis ze diverdgír;
13º - Varrápos no lugar dos roupas; Bôrra, brimo,nínguem meréze!
14º - Gõme-ze gárne de burro gozída zôbre bósda de gamêlo; Eu Tá vóra!!! Guéro o Máguidônaldis!
15º - Os mulheres uzam burka e non dá bára ver nem o gôr dozolhos delas; Garalho, brimo!!!!!
16º - O ezbôza é ezgolhida pelas outros, e o rôzto dela é vízdo zó no hora da brogriaçón;
17º - Zexo debois de cazádo zó bára brogriár, e vêito no ezguridón dodál; Vala zéria, brimo!!!
18º- E dém gue rezar bára Alá, agajjádo, olhando bára o búnda do irmáo da vrente:
- de 06:00 às 09:00h
- de 12:00 às 15:00h
- de 16:00 às 18:00h
- de 21:00 às 00:00h
- E na bôr do Zól;
 Bringadêra!!! Xá tô de zaco cheia, brimo!
19º - E vôze zabe que o demperadura báziga agui é endre 45º e 58º (em algumas lugares, adé mais áldas);
20º - Bára egonomía do água, banho abênas um vez bor mêz, nos partes mais zujas (os bés!). Éééga! Que nôja!
21º - Ainda dém gue Zuzdendár guátro muliéres gom muita ouro; Guátro, primo!Gomêr elas que é bom,nem benzár!!!Zacanáchem, bô! Tá esgrito "odário" no meu tésta???
E, vinalméntch:
22º - Enzínam gue zó guando nóis morre, nóis vai bára baraízo e nóis boderá dêr dúdo aguílo gue nóis zonhôu!
E quem vai guerêr zeténta virgens debôis de badêr os botas???
Ah não primo, vála o verdádge...
BúDA GUÊU BARÍU !!
Canzei de zer muzulmano! 

Ass: Brimo Mustafá
 .

26 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Lufe, começar minha sexta feira (mundialmente conhecido como o dia da cerveja) passando aqui no seu buteco é tudoooooooooooooooooooo de bom kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!

    Mustafá, se manda pro Brasilllll BúDA GUÊU BARÍU !!

    Beijooooooooooooo!!!

    ResponderExcluir
  2. rs... acho que seu post é no estilo do meu, que fiz hoje. é engraçado, a gente ri...mas é um triste retrato de uma realidade.

    Que vida levam... nessas horas a gente vê como somos, de certa maneira, privilegiados.

    o texto está muito bom! sintetizou todo o sofrimento que deve passar um cidadão em Bagdá.
    abraços

    (vc foi um dos poucos que entendeu a proposta da minha postagem hj)

    ResponderExcluir
  3. Alexandre,
    Sinceramente achei que sua proposta era aquela...
    Relutei muito em comentar, pois poderia parecer critica negativa à sua postagem.Ainda bem que não foi.Como sempre, a gente brinca mas em toda brincadeira há um ponto de reflexão. Para isso não e necessário um texto pesado, demasiadamente sério.
    Através do humor, as vezes a gente consegue uma critica mais incisiva, mesmo que subliminar, você concorda?
    um abração, meu caro.

    ResponderExcluir
  4. Sil,
    Canzei de zer muzulmano!....rsrs
    Eita vida dura, e a gente reclama da nossa.....rsrs
    bjo

    ResponderExcluir
  5. bah tchÊ
    oso bem ruiva mesmo kkkkkkk
    demorei alguns belos minuts pra entender
    coisa de doido tchÊ!!!!
    comédia kkkkkkkkkkk
    bjim guri

    ResponderExcluir
  6. Jucifer,
    Que bom te-la por aqui.
    Venha sempre.
    bjim procê

    ResponderExcluir
  7. Bicho, esplêndido!
    Caraca, que achado esse texto, hehehehehehe!
    Agora me esqueci onde tomei conhecimento do seu blog. Sei que foi... Ah, lembrei, foi no blog da Leca.
    Cara, um grande abraço. Vou aproveitar tomar umas geladas em homenagem ao amigo e aos seus achados e escritos.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Guará.
    Seja bem vindo.
    Se você veio do blog da Leca, é sinal de que gosta de Jazz e Blues.Pega um banquinho e se acomode, o tira gosto é bom e a companhia de primeira.
    Apareça sempre.
    abço

    ResponderExcluir
  9. Muito bom, Lufe. Ri muito. Adoro o "portugárabe", convivi muito na infância com sírios e libaneses que falavam esse "idioma" estranho e engraçado.

    Obrigado por sua visita e comentários!

    Abraços

    P.S.: Há alguns meses postei quatro ou cinco contos de um livro em "portugárabe castiço" (com versão em português, para os que ainda insistem em cultivar esta língua em extinção). Aqui vai o link de um dos posts:
    http://tucazamagna.blogspot.com/2010/02/albufas-safubla.html

    ResponderExcluir
  10. Blues, Jazz e Rock'n Roll.
    Amigo, sou enlouquecido.
    Eric Clapton, Bud Guy, John Lee Hook, Robert Johnson, B.B. King, Ella Fitzgerald, Sarah Vaughan, Duke Ellington, Louis Amstrong, Steve Vai, Deep Purple, Led ZeppelinIron Maiden, Janis Joplin, Robert Cray... Enfim, uma porrada de feras e boas!

    ResponderExcluir
  11. , ( a vírgula que esqueci entre Zeppelin e Iron).

    ResponderExcluir
  12. Tuca,
    visitei e gostei demais do blog de vocês.
    Bastante "desinformativo", do jeitim que eu gosto.
    O escritorio então, sensacional...quer um sócio?
    Tou rindo sozinho por aqui, és a primeira pessoa de Piacatuba que não é meu parente....rsrs
    Vi matando muito boi amarrado naquela arvore em frente a venda, defronte ao grupo escolar.
    Eita tempo bom...Joguei muita bola no campo de palha de arroz da casa de Seu Fabio.
    Um grande abraço, apareça sempre com seu humor.
    Lerei os posts indicados, a gente se vê por lá.

    ResponderExcluir
  13. Guará,
    Só tem fera, podendo citar ainda Nina Simone e outros tantos.
    Conto com você por aqui, qualificando ainda mais os comentários. Estarei acompanhado e aparecerei para "afogar o ganso"...rs (muito bom)
    Ps. só vi um defeito....adepto do urubú....rsrsrs
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  14. Oi LUFE
    Adorei , além de engraçado é explicativo !
    Mas gente " zeténta virgens " eitaaaa...animadooo esse moço rs !!!
    Beijooos

    ResponderExcluir
  15. Ana,
    Se olharmos pelos nossos padrões, que vidinha ruim, hem?...rsrs
    As setenta virgens é uma das motivações dos homens bomba, será que é porque eles se dividem em setenta?
    Eita humor negro....rsrs
    bjo

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Lily,
    Que bom você ter vindo.
    Quer dizer que é mineira também?
    Você não tem nada a agradecer, seus posts são lindos, de uma sensibilidade incrivel e as imagens que constroe me encantam.Sua fluencia e riquesa de texto, são inigualaveis.
    Te linkei nos meus preferidos, para que os meus fregueses possam compartilhar comigo este prazer.
    Apareça sempre, Canastra, verde ou curado, sempre tem.
    bjo

    ResponderExcluir
  18. Olá...tbém estou aqui, e, voltarei a esse buteco, sempre, vou até segui-lo para não perder o caminho de volta...
    Um bom fim de semana. Abçs!
    Ah, adorei o post...dei boas risadas!

    ResponderExcluir
  19. Lufe...
    passei para deixar um belo...
    final de semana...
    beijo
    Leca

    ResponderExcluir
  20. Leca,
    pra você também, embalada pelos blues.
    bjo

    ResponderExcluir
  21. Lufe,

    Acabei chegando aqui... e adorei!
    A gente demora a visitar, bom, mineiro é assim, mas depois vira amigo de infância e passa a ser para sempre.
    Amei a sua casa, ou melhor, o seu butequo. Senti saudades, saudades... saudades da BH, capital dos barzinhos... e você ainda fala em queijo canastra (nem nos mercados brasileiros existe para comprar aqui).

    Eu queria lhe dizer que me enchem de orgulho os seus comentários. Acho-os belíssimos, ricos, coisa de gente que entende do assunto. Muito muito obrigada.

    Não repara, refiz o meu comentário. Sou mineira do mato.

    Visitei o Blog todo e adorei toda a arte. Lindo aqui!

    Um abraço,

    Suzana

    ResponderExcluir
  22. Obrigado Suzana,
    Aqui é meu cantinho de brincadeiras, de lazer, de humor, de contato com pessoas que gosto, que não conheceria se não fosse pela net.
    Você foi uma descoberta incrivel. Adorei tudo que escreve.
    Você só tem a somar com essa turma gostosa que aparece por aqui.
    bjo

    ResponderExcluir
  23. Lufe,

    Será que é porque somos mineiros, somos de Belo Horizonte? Por que será que você me entende tanto? Fico perplexa cada vez que você aparece. Você me interpreta da forma que mais se aproxima de mim. Amo todos os comentários que recebo, são eles que me explicam melhor, pois, muitas vezes, me interpretam de forma diferente daquilo que eu queria dizer. E eu gosto muito disso. Meus leitores me conduzem por outros caminhos que desconheço em mim mesma. Mas, você é o que mais aproxima das minhas reais intenções. Não que "as minhas reais intenções" seja o melhor, o certo ou o preferível. Eu escrevo com a única finalidade de fazer exorcismo de mim mesma. Escrevendo, eu desabafo, tiro o peso, passo sal grosso na alma. Faço descarrego.

    Muito obrigada pelas palavras, pela análise!
    Estou ficando mal acostumada com você.

    Coisas de mineiro... mineiro é diferente, não é? Um pouco complicado, às vezes, fácil... digo sempre que as montanhas nos aprisionam, bom, me aprisionavam... mas gosto do título de mineira.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  24. Suzana,
    As montanhas de Minas nos levam a introspecção e a gente se fecha muito, se torna observador e cumplice. Acho que é mesmo coisa de mineiro.Fazem como você, chegam devagarzinho, como quem não quer nada, e quando botamos reparo, vemos que ja nao mais sabemos viver sem eles.Parece até que você me ajudou a inaugurar o buteco...freguesa antiga...rs
    bjo

    ResponderExcluir
  25. rsrrsrsrrs... adorei!
    Vou te contar uma historinha.
    O Mustafá estava fazendo manobra e o brimo estava ajudando. Num dado momento, ele gritou: Cuidado com o bosta!! Cuidado com o bosta!!! Cathaprummm! Salin bateu o carro num poste. Saiu puto do carro e o brimo disse: Eu avisei!!! E Mustafá retrucou: pensei que era bosta. Você devia ter dito que era um bosta elétrica!!
    Beijos

    ResponderExcluir

Entre no papo, comente!
Sua opinião é sempre bem vinda!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...