Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

sábado, 21 de maio de 2011

Gravidez indesejada !?!


Francineide, mocinha de 16 anos, bonita, dengosa, chega meio ressabiada e diz para a mãe que a menstruação está atrasada pra mais de 2 meses:
- Mãe, o Chico não vem já tem um tempão, o que será?.....
Super preocupada, a mãe vai à farmácia e, num cantinho do balcão, fala baixinho pro farmacêutico:
- Seu Tonho, me dê um daqueles “Kit exame” de gravidez que eu ando com umas disconfiança...
Chegando em casa, dá o Kit pra Francinha e diz pra filha:
- Fia, você faz xixi no papelinho e se a cor dele mudar pra azul, o seu Tonho falou que o resultado é positivo. Quer dizer que ocê tá prenha!
Num deu outra, azulinho! Azulinho não, azulão!
Assim começa a gritaria, choros, lamentações...
- Descabaçaram a minha filhinha, enxertaram ela, quero saber quem foi o canalha.
No auge do desespero, ela pega a menina pelo braço e diz:
- E vamos já, agorinha, falar pro teu pai e ele vai querê tomá as providença. Ele é capaz de matá esse cachorro! Onde já se viu?
O pai ao saber de tudo se desespera:
- Quem foi que fez mal procê minha fia. Qual escomungado foi? Ocê nem tem namorado, nunca trouxe ninguém pra nós conhecê! Agora aparece prenha! Eu mato o desgraçado! Quero saber agora quem foi! Se ele num casá concê e te ponhá uma mulher direita, eu capo ele! Deixa eu pô as mão nesse disgraçado, fedazunha, filho duma corna!
O velho estava uma fera, vermelhão, bufando, cuspindo, todos com medo que ele tivesse um troço. Vai lá que o homem tenha um infarto, um derrame? A mulher começa abaná-lo, vai correndo buscar uma água com açucar...
No meio do burburinho, a garota, de repente se vê sozinha, pega o telefone e faz uma ligação rápida aos cochichos.
Meia hora depois, com o tempo ainda quente na casa, todos vêem parar ali, no passeio de frente, uma Ferrari último modelo, vermelho sangue, e dela sai um tipo maduro, cabelo meio grisalho, calçado em mocassins, vestido com um terno esporte elegante.
Com uma batida na porta o homem já adentra à casa e,  na sala, ele se senta na frente do pai, da mãe, da moça e num ar circunspecto diz:
- Bom dia. Meu nome é Sandoval e a sua filha já me informou do problema. Tenho um grande apreço por sua filha, moça distinta, mas fiquei louquinho de paixão por ela. Devia ter tomado os cuidados devidos, mas quando estava com ela, perdia a cabeça e não pensei nas conseqüências. Devido à minha situação familiar, eu sou um homem casado, bem casado e não posso me casar com ela, gostaria muito, mas diante da impossibilidade, eu assumo a responsabilidade e mais, cuidarei de todos os detalhes. Podem deixar tudo por minha conta. Assistência médica da melhor qualidade, alimentação adequada, pré-natal, internação, parto, tudo que tem direito. Após o nascimento, com o quarto do bebe já arrumado, boto uma baba 24 horas pra que vocês não tenham nenhum incomodo. Enxoval, móveis, alimentação, o que mais for preciso, banco eu.
A sala num silencio onde se podia escutar o bater de asas das moscas.
Todo mundo caladinho, de olhos arregalados e orelhas em pé.
Não tiravam os olhos do homem, mudos!
O pai da menina, quase refeito de tudo, nem parecia aquele ser possesso de minutos atrás.
Até já esboçava um meio sorriso.
E com a assistência boquiaberta, apoplexa, Sandoval continua:
- Se for menina posso dar três lojas, dois apartamentos, uma casa na praia e uma conta com um milhão de reais pra garantia do futuro dela.. Se for menino terá tudo isso, mais duas fábricas, uma revenda de automóveis e, claro, também uma conta com um milhão de reais. Em caso de ser gêmeos também a mesma coisa, se for casal, pro macho duas fábricas e um milhão de reais por cabeça.
Dizendo isso, Sandoval se silencia um pouco e pensativo diz:
- Mas contudo, no caso de um aborto...
Nesse momento, a platéia, antes muda, se eleva num alvoroço e o pai da moça, que escutava calado o tempo todo, se levanta põe a mão no ombro do homem, olhos nos olhos e diz solenemente:
- Seu doutô, no caso de acontecê essa tragédia num se aperreie não, se isso acontecê...  o sinhô come ela de novo! 

tema recebido por pps


28 comentários:

  1. Que FDP, hahahahaha!
    A questão é apenas a proporção do "milho". Se o sujeito for ferradinho, toma chumbo na bunda. Mas se for "distinto" e rico, toma beijos.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Guará,

    E a gente vê tanto disso por aí....
    Dependendo dos "agrados" pode comer e lamber o beiços...e com direito a sobremesa.
    Triste realidade.

    abraços

    ResponderExcluir
  3. Que horror!
    O pior é que existe mesmo e não precisa ter tudo isso para que o resultado seja o mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Lufe, é uma piada, eu sei, mas só para constar, já que o post tomou um ar de indignação pelos primeiros comentários:

    Dia 18 de maio agora foi Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil.

    Mas é claro, por um milhão na conta...

    ResponderExcluir
  5. Gisa,minha querida amiga,

    Estas coisas fazem parte do cotidiano de muitas familias.Como você bem disse, não precisa tanto.
    Tem familias que vivem de renda proveniente destes "embrolhos" que as veses pouco superam um salario minimo.E nem sempre são apanhados de surpresa como no "causo". Coisas da vda....

    bjos

    ResponderExcluir
  6. Malu,

    As denuncias podem ser feitas tambem com humor, não é mesmo? Muitas vezes até chocam mais....
    Você lembrou bem a data 18 de maio.
    Creio que passou desapercebida para a maioria das pessoas.
    A Ferrari e o milhão na conta, servem para fazer refletir? Tem preço?....
    Na Rio/Bahia crianças se vendem por um real nos postos de gasolina...
    Nas revistas de fofocas temos os exemplos do sucesso em fazer a pedra rolar....
    Enquanto isso o poder publico se vangloria de retirar milhoes da miseria...
    Educação? Zero
    Exemplos? Zero
    Dignidade? Zero
    Carater? Zero
    Valores? Zero
    .........

    Vale a reflexão

    bjos, minha amiga

    ResponderExcluir
  7. Lufe,
    vi os posts que perdi. O do banho é o máximo, meu banho normal é menos longo, mas em dia inspiração lá se vão 40 minutos, rs
    Hoje é o que mais se vê por aí, meninas se dando bem, alguém viu a família da menina que engravidou do Neymar chiar?
    bjs e bom fim de semana
    Jussara

    ResponderExcluir
  8. Jussara querida,

    Engravidar de "boleiro" é a gloria!
    Tem jogador que apos a performance, da nó na camisinha e guarda no bolso.Tem medo de jogar fora e ser pego na "reciclagem". Pode?

    bjo

    ResponderExcluir
  9. caraca!!! falando desse modo com humor, a gente até arrisca uma risada, mas o pior é mto disso acontece mesmo e ñ é nada engraçado.
    abraços Lufe querido!
    saudades da blogosfera...

    ResponderExcluir
  10. kkkkk, como o dinheiro muda as coisas, rs

    ResponderExcluir
  11. É triste, mas é verdade, acontece o tempo todo.

    Um abraço,

    Suzana/LILY

    ResponderExcluir
  12. Rita,

    andou sumida....
    A gente ri pra não chorar...a realidade está aí.

    bjos

    ResponderExcluir
  13. Kinha,

    Numa sociedade consumista e midiatica onde o dinheiro é colocado acima de qualquer coisa, ele muda mesmo, inclusive o carater e valores das pessoas....

    bjo

    ResponderExcluir
  14. Suzana,

    Mais um capitulo da vida como ela é....

    bjo

    ResponderExcluir
  15. Olá amigo...aqui sempre nos deparamos com estórias baseadas na história...rsrs
    Vai vendo ai...achei que le fosse pedir de tudo pra le também...bom...na verdade ele o fez, só que de outra maneira
    Obrigado pela presença lá no Verseiro
    Um abraço na alma...bom domingo...valeu amigo

    ResponderExcluir
  16. Elcio,

    A gente se diverte com essas estorias mas nunca se esquece da historia que há por tras.
    Falar nisso sempre talvez algum dia faça diferença.

    abraços

    ResponderExcluir
  17. "enxertaram" hahaha tenho umas tias que falam assim tb rs.

    a piada é boa, mas é daquelas que entregam uma realidade né... a gente ri meio q pra não chorar, tá cheio de "causos" reais desses né. se o homi é rico, leva tranquilo.

    bom domingo!

    ResponderExcluir
  18. Alexandre,

    Tem umas expressões como esta que eu acho uma delicia. É a voz do povão.
    Essa pratica estampada no "causo" é antiga, antes mais rara, hoje frequente. Sinal dos tempos, perda de valores.

    abraços

    ResponderExcluir
  19. Affff!!!!

    kkkkk

    Vou rir pra não chorar!

    bj

    ResponderExcluir
  20. Desculpe, Lufe, mas PQP!
    Sei q tá cheio de famílias vendendo suas filhas por aí, mas vivo indignada com isso!
    Sua piada não deixa de ter um tom de denúncia.
    Beijão, querido!!!

    ResponderExcluir
  21. Oi Lufe,

    É por essas e outras que estamos desse jeito, as pessoas colocam os interesses, o dinheiro, o poder, as vantagens, acima de tudo. Ninguém mais presta, parece. Só vale a vantagem que se pode tirar. Só vale a falta de caráter e a opinião, que muda conforme bate o vento.

    Lamentável. Não há mais princípios, não há mais caráter.

    Beijos, querido

    Carla

    ResponderExcluir
  22. Catia,

    a gente fica sem saber o que pensar....

    bjo

    ResponderExcluir
  23. Lu,

    O mais importante é a gente não perder esta capacidade de se indignar!
    Com isso a gente interage com pessoas que talvez se mantenham dignas e não se prestem a estes papeis.....

    beijão procê

    ResponderExcluir
  24. Carla,

    No mundo de hoje, quando comungamos com a sua fala, muitas vezes somos chamados de caretas ou idiotas.
    O legal é usufruir das vantagens sem pensar qual a proveniencia dela. Praquê?
    Que carater e valores que nada! Isso da dinheiro?
    Essa é a pergunta que nos fazem.
    Os errados somos nós...

    bjos

    ResponderExcluir
  25. Lufe
    Acho que hoje não saio do seu buteco de tão animado que está.
    Vixe que coisa louca essa da gravidez indesejada e ainda dizem que pai é cego...

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. he he he

    Tem alguns que ada são, Irene, tem alguns...
    Outros veem isso como uma grande oportunidade!

    bjos

    ResponderExcluir
  27. kkkkk!
    Pra você vê... O que o dinheiro não compra...
    #paz
    Lembrei de uma vez, garota ainda pensei que estivesse grávida, o medo da "tragédia" era tão grande que corri para contar para minha mãe!
    Pra quê!?!
    O desespero dela era maior do que o desse pai, ainda mais sabendo que não tinha nem um milíonario por trás, kkkkk,em menos de dois minutos toda a família sabia do meu estado, choveu receita de chá milagroso para evitar o mal, se eu não morresse de vergonha, ia morrer envenenada... Um dia depois do surto, o chico me visitou, kkkkkkkk, nunca mais recorri ao colo de mãe, rsrsr...
    Bjoo!

    ResponderExcluir
  28. Rapha,

    Você é otima!
    Você chega toda ressabiada, num curé danado....
    no dia seguinte o caso é publico.....rsrsrs
    E haja chá!

    bjo

    ResponderExcluir

Entre no papo, comente!
Sua opinião é sempre bem vinda!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...