Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Comemoração Natalina.


Embora muita gente aguarde com ansiedade, e muita, pelas festas de fim de ano, tem muita gente que não gosta. Eu sou uma delas!  Os motivos que fazem algumas pessoas enaltecerem essa época do ano são os mesmos que fazem outros, como eu, não as curtirem nem um pouco.
Interessante como estas épocas demarcadas nos fazem ter reações comportamentais de acordo com o que esperam da gente. O pessoal do marketing trabalha em cima do consumismo desenfreado, superlotam as mídias com todo tipo de campanha e nos vamos atrás como vaquinha de presépio. (opa, até a expressão entra no clima!)
O mais difícil dessas festas é armar uma cara apresentável, para que não ganhe o titulo de cri-cri e tomar muito cuidado para ninguém nos ver bocejando ou com aquela cara de blasé.
Para não ficarmos por fora da onda ou sermos tachados de indelicados, muquiranas e mãos de vaca, insociáveis, insensíveis, grosseiros ou no mínimo mal educados, temos que participar sorridentemente de todas as confraternizações que nos convidam, até mesmo do execrável “amigo oculto”.  Acho que o cara que inventou isso deveria, na melhor das hipóteses, ser malhado como Judas ou, vestido de mulher adultera, ser enviado aos tribunais do Iran.
Você, nessa época é intimado a dar presentes! Eu sempre achei que presentes se dá em qualquer época, independente de datas, e são dados pelo prazer de agradar e nunca pela obrigação de retribuir. .Onde estar o dar sem esperar receber nada em troca? Não é esse o espirito fraternal do Natal?
Confraternização! Quem não se confraternizou o ano inteiro vai se confraternizar de data e local marcados? Necas, nunquinhas!  Aquela historia de, chegando a sua vez, você se levantar e descrever as características de seu “amigo”, a hipocrisia é de matar e cresce exponencialmente. E nessa época todos ficam bonzinhos, mesmo aquele que passou o ano inteiro te puxando o tapete, te repudiando, menosprezando, fofocando pelas costas. Não é numa época programada que a bondade e a tolerância desta pessoa vai florescer. Os próximos dias que o digam. As vezes estas festas só servem para nos fazer baixar a guarda e as consequências quase sempre são funestas.
Geralmente nessas festas, poucas pessoas pensam realmente na pessoa que sortearam e buscam levar um presente que realmente lhe agrade. A maioria busca um presente o mais próximo possível do preço estipulado, sem ao menos pesquisar o gosto de seu “amigo” oculto. Até hoje não consigo entender como esse pessoal consegue comprar presentes que não significam nada, não servem para nada e são de extremo mau gosto. Na hora da abertura dos presentes, as caras de tacho dominam a mesa e s comentários ao pé do ouvido proliferam. Confraternização?
Tenho dó de quem tira o chefe! O coitado empenha todo o seu decimo terceiro para comprar um presente e na hora da entrega, toda turma uníssona grita: Olha o puxa saco! Deprimente.
Isso sem contar o fim de festa, onde surgem as bebedeiras homéricas e cafonas de homens e mulheres ridiculamente celebrando sua desabusada falta de senso crítico. Como tem gente que fica bêbada e inconveniente. E os encalhados e encalhadas vão invariavelmente para o 'tudo ou nada'? Haja espaço para a “vergonha alheia”
Para quem esta de mal com a vida então, o mal-estar do final do ano, assim como a expectativa do ano novo, são muito mais fortes do que a angústia do domingo à noite, aquela que vem logo que termina o Fantastico. Assim como o final do domingo, essas datas marcam com mais exatidão aquilo que se foi, que se perdeu, trazendo a tristeza das promessas não realizadas, dos sonhos desfeitos e o medo de novas frustrações no futuro. Nessas situações, quem esta mal, não pensa na perspectiva de uma virada, de um recomeço, de uma nova vida. Geralmente a alegria dos outros, mesmo que muitas delas sejam maquiadas, lhes provoca ainda mais um sentimento de depressão, de derrotismo, de tristeza.
O Natal, para mim, se transformou numa festa onde as pessoas se embriagam no consumismo, gula desenfreada e frenética busca pelo nada. Correr às lojas ensandecidamente, comprando a torto e direito, tendo ou não dinheiro, não me parece ter nada a ver com espírito de reflexão e confraternização que supostamente deveria significar a data que os cristãos surrupiaram  das festas pagãs.
Portanto minha gente, não me deseje Feliz Natal. 
Deseje-me sorte, saúde, muito trabalho e torça para que meus sonhos se realizem, além de, é claro, muita felicidade junto aqueles que me são caros.
E é exatamente isso que desejo a todos vocês que, espontaneamente, estão sempre aqui comigo e que me são muito queridos. Com vocês por aqui, todo dia é Natal. 
Vocês são o meu presente!


26 comentários:

  1. que bom receber sua visita...Excelentes festas pra você e pros que voc~e ama!

    ResponderExcluir
  2. Lufe,
    Desejo a você muita sorte, saúde e que todos seus sonhos se realizem no próximo ano!!
    Abraços querido!!

    ResponderExcluir
  3. Tudo de bom pra você Lufe, que Jesus esteja presente em todos os seus dias!!!

    Abração!!!

    ResponderExcluir
  4. Que texto bafônico e fofinho rsrsrsrsrs, não tiro nem uma vírgula e endosso!

    Sabe Lufe, parece que o natal virou a data da "bondade" de repente as pessoas ficam "boazinhas"... Torço para que essa data se multiplique ao longo do ano de 2012...

    Ano passado estava mais animada para aguentar o "espírito natalino", já este ano, baixou o natal nacionalista: Ceia? Castanha do Pará, coco babaçu, peixe de água doce. Presentes? Produção Jubiart. Roupas: Aquela camiseta de algodão bem confortável e sandália havaiana. O Principal: o amor das pessoas que admiro dentro deste coração buscapé.

    Um dia iluminado para vc!

    Beijãooooooooooo

    ResponderExcluir
  5. Lufe querido!!

    Simplesmente adorei o que escreveu e concordo plenamente ...

    Acho muito falso e hipócrita o que as pessoas fazem nesta época de festas...affff....

    Este ano consegui uma vitória: convenci a família que teremos um Natal muito simples, sem presentes...apenas um jantar...e olhe só: ACEITARAM!!!!

    Não gosto de exageros , de tanta comilança, tanto presente...nossa, me canso só de pensar!

    E, do fundinho do meu coração, desejo mesmo tudo de melhor para você...hoje e sempre!

    Um beijo com carinho,

    Bia

    ResponderExcluir
  6. Aplaudo de pé, do principio ao fim.
    Tenho que contar aqui uma anedota, por causa da parte final do seu texto. Há um Santo que é o Santo António, e tem um menino ao colo, numa Igreja em Lisboa todas as vezes que o padre e o sacristão que era um menino pequeno iam almoçar, entrava um homem lá para dentro, um dia o moço ficou lá por detrás de um pilar. E o homem de joelhos em frente ao Santo, dizia assim, meu Santo dai-me muita saúde, muito dinheiro,e trabalho pouco ou nenhum, o moço que estava escondido, disse vai trabalhar malandro, o homem disse tá calado menino eu estou fado com o teu pai, não é contigo.
    Desculpe eu estar a contar isto, mas os seus pedidos fizeram-me lembrar disto, só que você pede trabalho, o português estava mais interessado no dinheiro.
    desejo-lhe tudo isso que pede, e que os seus sonhos se realizem todos.

    Grande abraço,
    José.

    ResponderExcluir
  7. Então, não lhe desejo feliz Natal, mas, sim, desejo que teu amanhã seja próspero, que sorrisos apareçam no teu rosto, no meio de um dia qualquer da semana - e também nos dias de festa! -, que você trabalhe bastante e feliz e seja sempre bem recompensado. Que teus amigos continuem teus amigos e teus desafetos, bem longe!

    Felicidades, Lufe!

    Um abraço,

    Suzana/LILY

    P.S.: quando é que terei a honra de ouvir um poema ou texto meu em tua voz?

    ResponderExcluir
  8. que bacana seu post, Lufe!

    é o que penso tb, a amizade, fraternidade, o bom sentimento e o querer bem é coisa pro ano todo e não só nestes dias. fora q vira um stress, é nego correndo desesperado com cartão, presente, etc, perde-se a essência da data, na verdade o verdadeiro sentido de natal fica esquecido, Jesus então...


    e sim, meu amigo, que tenha sempre ótimos dias, sejam de Natal, ano novo, exame do pezinho, qualquer dia rs.

    grande abraço, Lufe!

    ResponderExcluir
  9. Lufe querido.....então retiro aqui os votos de um feliz natal desejados a vc em alguns dias atrás rsrsrsr....e troco por sucesso,paz e amor.
    Também não gosto de amigo secreto,em casa colocamos os presentes na mesa e cada um seguido do outro escolhe algo que está lá com a possibilidade do seguinte,escolher o que está em sua mão ou na mesa.É mais uma brincadeira do que troca de presentes.A festa é linda,mas muitos se deixam levar pela parte material.Seria tão bom se o amor estivesse presente em qualquer que fosse a festa.Como é impossivel,faço o meu possivel para que minha festa seja tranquila,com pessoas que se amam,se respeitam e sintam um pouco do prazer fundamental que esse dia traz:Estar com pessoas queridas.Aqui vai meus votos de um FELIZ ANO NO|VO pra vc.........abraços

    ResponderExcluir
  10. Lufe.

    Então te desejo todas as coisas boas que existem: paz, amor, sucesso e muita harmonia em seu coração e para todas as pessoas que você ama.
    Feliz 2012 pra você.
    Bjusss
    Sil

    ResponderExcluir
  11. Luciana,
    Ando meio relapso nas visitas aos blogs de pessoas que gosto e você sem duvida é uma delas. Que você tenha momentos de felicidade e paz junto a quem ama

    Bjo procê

    ResponderExcluir
  12. Caroll
    Este desejo é reciproco

    Bjo procê

    ResponderExcluir
  13. Liza,
    Eu sempre acho que ele esta presente em todos nos.
    Basta querermos recebe-lo.

    Bjo procê

    ResponderExcluir
  14. Bia Jubiart,

    Eu definitivamente não sou contra o natal, mas sim contra a mercantilização dele.
    E eu sempre detestei a hipocrisia.....
    Que você tenha paz e muito amor junto aos teus.
    Sucesso, eu nem preciso desejar, pois você esta correndo atrás dele e ele esta aparecendo, em retribuição ao seu talento e competência.

    Bjo procê

    ResponderExcluir
  15. Bia,

    Concordo com você no resgate as coisas mais simples, valorizar cada dia mais o Ser.
    Precisamos aparecer mais, né? Andamos meio desgarrados....rsrs

    Um grande beijo procê

    José,

    ResponderExcluir
  16. José,

    Eu sempre desejo aos meus amigos muita saúde e paz para seguirem o seu caminho, pois assim continuarão a ser o que sempre foram, da forma que me levou a admira-los.
    É o que eu desejo a você, sempre.

    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  17. Suzana,

    Como eu já disse em outro comentário, eu não abomino o natal....rs
    Eu não gosto do que ele se tornou.

    Quanto ao P.S. , mandei um e mail pra você

    Que você tenha sempre momentos de felicidade junto aos teus.

    Bjo procê

    ResponderExcluir
  18. Alexandre,

    “Amizade, fraternidade, o bom sentimento e o querer bem é coisa pro ano todo e não só nestes dias”
    É exatamente o que penso. Não é uma data comercial e de marketing que me fara ser melhor ou pior. São coisas a serem cultivadas no dia a dia.
    E é isso que eu desejo a você, sempre.

    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  19. Eva

    Eu gosto do natal.
    Gosto do natal em família, junto aos amigos, natal alegre, reencontro de familiares distantes, partilhar a comida, a essência. A troca de presentes eu considero circunstancial e expontanea.
    Este natal eu gosto de desejar a todos, mas o “Feliz Natal, infelizmente se tornou pejorativo, pois a mídia só nos passa a importância de se dar presentes e não ´”se fazer presente”.
    Esse natal que eu gosto é o que desejo as pessoas que me são caras.

    Um Feliz Natal para você e todos os seus.

    ResponderExcluir
  20. Sil

    Eu sinceramente desejo a você tudo aquilo que você me deseja.
    Que você tenha um ano novo de muito amor e paz.

    Um bjo procê

    ResponderExcluir
  21. Então o final do domingo também te angustia, Luiz Fernando? Bom saber que não sou a única...Até bem pouco tempo eu não sabia nem respirar aos domingos.

    Natal me deixa melancólica. De ano novo eu gosto. De Amigo Secreto, fujo. De confraternizar com quem não gosto, também.

    E podem me rotular do que quiserem, não ligo.

    Beijos, Doce de Leite.

    ResponderExcluir
  22. Luna,

    Eu acho a tarde de domingo muito chata, e não sei explicar o porque.
    Medo da segunda nunca foi, senão eu teria também das terças, quartas e ai por diante.
    Será porque a gente fica atoa, sem nada pra fazer? E o povo todo modorrando no sofá depois da macarronada da mamma? Sei lá.....

    Amigo oculto é o tipo de “brincadeira” que parece ter sido inventada para as pessoas exercerem sua capacidade de comprar exatamente aquilo que nâo tem nada a ver com o presenteado. Presenteado? Eu acho uma afronta esta falta de cuidado ou interesse.

    Conviver com quem eu não gosto, não há “confraternização” que me pegue....rsrs

    Bjos procê

    ResponderExcluir
  23. Lufe passando para desejar um natal de luz, de paz para você e os seus.
    Que o ano que se inicia seja repleto de realizações.
    Obrigada por todo carinho durante esse ano que se vai... e o carinho é reciproco! E que ele permaneça!

    Grande beijo =)

    ResponderExcluir
  24. Oi Patricia.

    O meu desejo é que você realize todas as suas aspirações com muito amor e continue com esse sorriso lindo, iluminando sempre quem te rodeia.

    um bjão procê

    Ps: Ah, manda um beijo tambem pra sua irmã, aquela....Que irmã.........rsrs

    ResponderExcluir
  25. Boa Lufe, é isso mesmo o que Você escreveu: "Confraternização! Quem não se confraternizou o ano inteiro vai se confraternizar de data e local marcados? Necas, nunquinhas!"

    Por isso não leva a mal
    de lhe não desejar um Feliz Natal
    e que tal:
    Boas Festas, felizes e bem dispersas, pelo próximo ano inteiro?

    ResponderExcluir
  26. É, pode ser...

    Mas eu tenho boas ideias pra animar as tardes de domingo.

    Te conto, se quiser saber.

    :p

    Beijocas.

    ResponderExcluir

Entre no papo, comente!
Sua opinião é sempre bem vinda!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...