Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

sábado, 30 de outubro de 2010

Ninfa


É um gostar gratuito, tem um quê que seduz.
não  só nas escrituras, que a revelam intensa
um vulcão, um tsunami, correnteza imensa.
Tem o dom da palavra, sensível, inteligência
uma beleza sem par, com doce brilho no olhar,
e um malicioso sorriso se revela no avatar.
Interessou-se por mim sem motivo,
mostrando  um carinho incontido,
espontâneo e também gratuito,
é isso que mais me atrai.

Pelo semi revelar de outro plano,
desvenda imagens e olhares, aumenta mais o gostar.
Interesse inusitado,  convite inesperado,
 disponibilidade exposta.
Recusa, insegurança, medo,
realidade se configura, se mostra
desproporção, constatação, devaneio

Rasgo de coragem, um contato...
revela-se humana, real, tanta modernidade, genial.
Entreabre o seu casulo, se desnuda, se mostra num pulo
as facetas se lapidam, transparentes, translucidas,
definições, opções se revelam, revelam-se também sutilezas,
nunca dantes demonstradas

Superação, garra, traquejo
configuram seu manejo
se aquieta, se planeja, aos poucos se reconstrói
novo ninho aconchego, felicidade chamego
cuida do fruto sem medo
mas a inquietude ainda roi

Dicotomia latente,
dualidade presente
morde o freio toma a rédea
refreia o Yng solta o Yang
fogosa como um mustang.

Risco, insano desejo, química num lampejo
uma ganância um esfregar
Tem um que de loucura, e isso pouco perdura
desfaz-se a formula impura, filtrada se depura
poe sentimentos a mesa, salga o rosto, se lava
logo volta a falar, a sorrir, a gargalhar

Outra vez se faz intensa, 
ao não revelar o que pensa
e sempre em breves lampejos
 a cada camada que mostra,  
configura-se mais densa
vestindo de céu o desejo

Lupus decantado, me rôo só de pensar
demonstra estima ferida
planeja vingança “Pro Bono”
Eu de inveja perco o sono
fosse porção de um Druida
e de insônia vou penar.


A ansiedade permeia, chega, aparece, some
 a procura é imensa, a preferência é normal
pra quem saboreia e come
com ela a saca de sal



Imagem da net

22 comentários:

  1. Quer dizer que o dono deste buteco, além de colocar lenha nas fogueiras de discussões com grande propriedade, é poeta dos bons?
    Gostei muito, hein!?
    Bela mistura literária entre rimas e realidade.
    Beijo, poeta!

    ResponderExcluir
  2. Sério...sem palavras.
    Acho q é um dos poemas de paixão mais bonitos que já li na vida.
    Sem o rebuscamento tradicional, com aquelas palavras batidas, os lugares comuns, as palavras meladas.
    Vc ganhou sua musa, mesmo que ela tenha uma alma de pedra (que não deve ser o caso)
    parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Maravilhoso! Que bom que passei aqui, agora. Coisa mais linda, Lufe!

    O que dizer mais? Textos assim prescindem de palavras. Creio que até já falei demais. Bastava o silêncio, o "nossa!".

    Beijos,

    Suzana/LILY

    ResponderExcluir
  4. Amigo,

    A merecedora de tão lindo poema deve estar deslumbrada!
    Isto sim é jeito de tratar uma mulher!
    Ganhou a moça de vez!

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  5. Palavras de quem sabe o que diz, o que sente...
    E que palavras!

    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Meu querido Lufe!!!
    Você sempre surpreende, né?!
    Será que sua musa inspiradora sabe que é digna de amor, carinho e admiração de outros?!
    Às vezes, auto-estima ferida não consegue enxergar afeto genuíno.....
    Parabéns pelo texto...
    Faz perder o folêgo.
    Coisa para se ler e reler muitas vezes pois tem várias facetas para se sorver....
    Um beijo meu querido.

    ResponderExcluir
  7. Lufe, Sinto cheiro de paixão no ar.
    Que belo sentimento. Sua musa com certeza adorou. Não há mulher que resiste a um carinho desses.

    Você semeou, agora é só colher.

    Beijo grande,

    ResponderExcluir
  8. Só posso dizer uma coisa: "xonô"..rs
    Lindo poema Lufe!!!
    Sua musa certamente há de ficar muito envaidecida com esse merecimento. Não há auto-estima ferida que resista.
    Love is in the air ;)
    Beijão

    ResponderExcluir
  9. Lufe, queridão!!!!

    Afemariaaaaa...Sua musa deve estar taquicardica lendo isso.
    Uma linda declaração de tudo que inclui no pacote do amor: Paixão, desejo, afeto, bem querer, vontades, medos e seus recuos...
    Quem disse que Homens tbm não se expõe assim lindamente, quando se trata de amor?
    Parabénsssssssssssssss meu querido, a você, a sua musa que te inspirou, e que tocou esse coração tão nobre seu!

    Faço coro com minha amiga Regina:

    LOVE IS IN THE AIR!!! ♥

    Beijooooooooooo!!!!

    ResponderExcluir
  10. Oi, fiquei fora uns dias e agora volto ao blog.
    Obrigado a todos que estiveram por aqui.
    Espero que tenham sido bem servidos nesse buteco.
    Esses dias funcionou o self service, a comida a quilo, invenção belorizontina há mais ou menos 25 anos e hoje espalhada por todo Brasil.
    Agora voltamos a La Carte....rs

    Quanto ao post de hoje:

    Lu, Alexandre, Lily, Sandra, AC, Lu Menezes, Rosane, Malu, Rê,

    Obrigado pelas considerações de vocês, isso muito me envaidece.

    E mais não digo nem pendurado, porque sou um blogueiro puro de sentimentos e intenções.

    Bjo a quem é de beijo, abraços a quem é de abraços.

    ResponderExcluir
  11. Sil querida,

    Considere-se citada acima.
    Volto a comentar a partir de amanha

    bjos

    ResponderExcluir
  12. Oi , Lufe !


    Também faço coro com Sil e Regina .
    Linda declaração de amor .... :)


    BjO Grande !

    ResponderExcluir
  13. Menino!!!!!!!!!!!!
    Bom, muito bom.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  14. Vc precisa nos presentear mais com esses poemas/textos... Que a musa o inspire mais!
    Abçs e um bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  15. Ai que lindo. Viajei completamente nos seus sentimentos querido!

    Lindo lindo lindo.
    É, sua musa realmente gostou muito.
    Parabéns querido, mesmo!
    Bom final de semana tá? Beijos :*

    ResponderExcluir
  16. Olá Lufe!

    Não sabia que também escrevia poesia, embora soubesse que lidava muito bem com as palavras.

    Abraço,
    José.

    ResponderExcluir
  17. Lufe,

    Excelente poesia... Você demonstra a cada post uma qualidade nova. E linda!

    Beijo

    Carla

    ResponderExcluir
  18. Ah se ela lessa isso hein...

    Os elogios já dizem tudo!

    um abraço

    ResponderExcluir
  19. Lufe vc é um artista e tanto, hein?! :-) Vai mandar poemas para o Poesia todo dia?

    ResponderExcluir

Entre no papo, comente!
Sua opinião é sempre bem vinda!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...