Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Papo de Buteco 28 - O cão

Um dia desses a gente tava aqui no Buteco conversando fiado, eu, o maitre, os garçons, enquanto esperávamos o horário de troca dos funcionários.
Como o Buteco é 24h, temos três turmas que se alternam no serviço.
Papo vai, papo vem, começamos a nos lembrar de fatos interessantes e exóticos que sempre ocorrem por aqui.
Parece que quando a gente começa falar dessas coisas, sempre atrai mais uma.
Enquanto a gente conversava, eis que passa pela gente um cão pastor alemão, daqueles grandes, bonitos, pelagem preta e amarela.
Fomos surpreendidos pela entrada de dele no estabelecimento e imediatamente um dos garçons se adiantou para enxotá-lo para fora do salão.
Enxotou-o, mas o cão voltou logo em seguida.
Ao tentar espantá-lo mais uma vez, reparamos que o cão trazia um bilhete na boca.
O garçom pegou o bilhete e leu:
- O Sr. poderia mandar-me 12 salsichas e uma perna de carneiro assada, por favor?
O cão trazia também, junto com o bilhete, uma nota de 100 reais.
Achamos aquilo esquisitíssimo, mas o cão tinha um bilhete e tinha dinheiro suficiente para pagar, mandei o garçom preparar o pedido, embalar direitinho e colocar em uma sacola para facilitar o transporte.
O garçom pegou o dinheiro, pôs as salsichas e a perna de carneiro numa sacola e colocou tudo na boca do cão.
Feito isso, o cão começou a descer a rua e, quando chegou ao cruzamento, depositou o saco no chão, pulou no poste de sinalização e apertou o botão para o sinal ficar verde.
Eu fiquei realmente impressionado. Como já estava na hora da troca de turno, mandei um dos garçons seguir o cão.

Ele esperou pacientemente com o saco na boca que o sinal fechasse e assim pudesse atravessar pela faixa de pedestres.
O pastor atravessou a rua e caminhou até uma parada de ônibus, sempre com o garçom a segui-lo.
No ponto de ônibus, o cão sentou-se ao lado do banco e ficou esperando o ônibus chegar.
Quando um onibus chegou, o cão foi até à frente dele, aparentemente para conferir o número e voltou para o seu lugar.
Outro ônibus chegou e ele tornou a olhar, deve ter visto que aquele era o número certo, pois assim que o veiculo parou ele entrou pela porta de passageiros.
O garçom, boquiaberto, entrou junto, pois continuava a seguir o cão.
Mais adiante este levantou-se, ficou em pé nas duas patas traseiras e apertou o botão para mandar parar o ônibus, tudo  isso com as compras ainda na boca.
O garçom e o cão saltaram e foram caminhando pela rua até que o cão parou à porta de uma casa e pôs as compras no passeio.
Então virou-se um pouco, correu e atirou-se contra a porta.
Tornou a fazer o mesmo, mas ninguém respondeu.
Então contornou a casa, pulou um muro baixo, foi até à janela e começou a bater com a pata no vidro várias vezes.
Caminhou de volta para a porta e, de repente, um cara enorme abriu a porta e já começou a espancar o bicho.
O garçom correu até ao homem e tentou impedi-lo dizendo:
- Deus do céu homem, o que é que você está fazendo? Este seu cão é um gênio!
O homem respondeu:
- Um gênio? É a segunda vez nesta semana que este filhodamãe de cão estúpido se esquece da chave de casa!

É, isso só comprova que você pode exceder todas as expectativas, mas a sua avaliação depende sempre da competência e da ótica de quem o avalia.
É a tal da Gestão  por Competência e Avaliação de Desempenho


40 comentários:

  1. Que sujeitinho FDP, sô!
    Abraços, hahahaha.

    ResponderExcluir
  2. Tudo verdade! e complementando com minhas citações dos livros de auto-ajuda, que adoro, cito Shinyashiki: a gente só se decepciona com aqelas pessoas de quem se esperou demais. Não espere tantodos outros e vai se decepcionar menos. Pura verdade Baixe as expectativas, cobre menos, fica mais fácil.

    Beijoooo

    ResponderExcluir
  3. Quase achei que fosse história de pescador...
    Abçs!
    PS; A moral da história? Melhor não comentar!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, mas não é que é isso mesmo?
    A competência e a ótica de quem avalia...
    Acabei de passar por uma avaliação de desempenho no meu trabalho. Pena que não li esse post antes..kkkkkkkk
    Me sentiria beeemmm melhor. :D
    Beijão

    ResponderExcluir
  5. Realmente,impressionante...gostei.
    Beijosssssssss

    ResponderExcluir
  6. Caramba, e não é que o bicho é sabido mesmo?
    E o "cachorro" do homem é mesmo um estúpido, hein?

    E isso a gente sempre vê por aí, né?
    Que coisa!!

    Muito bom, gostei muito, parabéns!

    Abraços, amigo!

    ResponderExcluir
  7. Lufe,

    Teu post me fez lembrar de um antigo Gerente Geral que tive, eu estava abaixo dele na cadeia hierarquica e um dia me exaltei pois o que me era cobrado era infinitamente maior do que era cobrado para os outros na mesma posição que a minha e a resposta dele foi: só tiro leite da pedra que me dá leite!
    É exatamente assim na vida, quanto mais você se doa mais você é cobrado!
    Parabéns pelo que tu escreveu!

    Beijinhossssss

    ResponderExcluir
  8. Oi Lufe!
    Tadinho do cachorro aff!
    Mas isso é bem interessante. Eu sentia muito essa cobrança em uma fábrica que trabalhei. Quando mais fazia, mais queriam. E se, num dia que eu não estava muito bem, o trabalho também não ia bem, lá vinha nego na minha cabeça cobrando. Um inferno!
    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Coitadinho do bicho!
    Eitaaa compreensão miserável desse carinha, viu?!
    Afff... lembrei de uma criatura que passou pela minha vida! Cruz credo!
    Muito queria, nenhuma compreensão ou exemplo ofertada. Sobrecarreguei, estressei e pedi pra sair! Kiiiiiiiiii!!!!!
    Ótima essa!
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Já conhecia a história, mas aqui ao jeito do buteco, é mais interessante,é avaliada por um empregado, que também é constantemento avaliado.

    ResponderExcluir
  11. Lufe,

    Eu acho é que as pessoas são mesmo muito mal-agradecidas. Só veêm o lado pior das outras, só tendem a reclamar de tudo, e não enxergam as coisas boas que são feitas por elas.
    Em geral, o ser humano é assim, e cada vez mais eu me certifico disso. Ingratidão parece, infelizmente ser a palavra de ordem, seguida de insatisfação, traição, falta de sensibilidade e de incompreensão.
    (Hoje estou amarga...)
    Mas é sempre bom vir cá a esse Buteco, você nos conta histórias sobre a natureza humana e assim vamos analisando-a...

    Beijos, Lufe!

    Carla

    ResponderExcluir
  12. Lufe, como sempre você acerta no tema,avaliação de desempenho é a do momento, sempre fui contra isso, deveria ser avaliação do conjunto dos serviços, mas na atualidadee o que vale é o imediatismo...
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  13. Acho que nem preciso dizer que sou leitora assídua do seu Blog né.

    Por gostar tanto "daqui" estou deixando um selinho pra vc no meu Blog. Depois passa lá pra pegar.

    Parabéns por saber usar tão bem as palavras.

    Beijinhos da sua fã de carteirinha :P

    P.S.: Acho que estou virando uma alcoolatra, já não saio mais do buteco... rs

    ResponderExcluir
  14. Tici,

    Vou tomar conta de você, se começar a beber demais, vou lhe servir só suco natural....rsrs

    Aceito o selo com todo carinho. Agradeço a homenagem que você me faz.
    Já o peguei e coloquei no meu local reservado aos presentes dos amigos.
    Resolvi tomar uma postura quanto aos selos e espero que você me compreenda e perdoe.
    Fico muito feliz ao recebe-los e muito constrangido em ter que nominar alguns blogs entre os tantos que eu sigo, por acha-los espeiais.
    Então, todo selo que recebo, eu indico a todos os blogs que eu sigo, com o maior carinho e admiração.

    Um grande e carinhoso beijo, paulistinha.

    ResponderExcluir
  15. Guará,

    É o próprio...rsrs

    Abço


    Fernanda,

    Na verdade a gente só se decepciona com quem a gente gosta e gera expectativa.
    Fica difícil esperar “de menos”.

    Bjo


    Franck,

    A moral final é o monstro que assola quem dela participa.

    Abço


    Rê,

    Quem sabe ia ajudar, né? Pelo menos não esperaria nada do avaliador....rs

    Bjo


    Rosane,

    É mesmo de impressionar....rsrs

    bjo

    ResponderExcluir
  16. Exigeeeeeeeeeeeeeeente!

    Rs

    Adoro esses "causos"...

    Beijo, beijo.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  17. Fabinho

    Tem uns “cachorros” que são mais cachorros que os outros...rs

    Abço


    Sandra,

    Mas a avaliação é assim mesmo, é pra tirar o leite de onde pode sair.
    Concordar com isso é outra história.

    Bjo


    Thayla

    È assim, eles estipulam uma meta absurda e cobram o desempenho.
    Eles querem receber o maximo por hora que pagam.

    Bjoca


    Fadinha,

    Se fizer avaliação de desempenho e competência de parceiro, não sobra um.....rsrsrs

    Bjos


    José,

    A gente sempre da umas enfeitadas nos casos. A avaliação na verdade depende da ótica de quem vê, não é mesmo?

    Abços


    Carla,

    Toma um banho de sal grosso menina, joga fora os encostos.
    Você já pegou pesado, e bem falado, por lá e ainda continua meio brava.
    Esconjura o encosto, mizinfin!.....rsrs

    Você esta coberta de razão em suas argumentações, tanto lá no seu blog, como aqui.
    Mas a gente, se não aprender a relevar e ignorar certas pessoas, a gente não vive.

    Bjo


    Jussara,

    Na verdade deveriam ver o conjunto da obra. Mas a cobrança realmente é a do momento, amanhã é outro dia, as metas são outras....

    Bjo

    ResponderExcluir
  18. Luna,

    vai ver que a "Dona patroa" tinha acabado de cobrar a performance dele.....
    Descontou no cachorro.
    Isto é tipico......rsrs

    bjoca

    ResponderExcluir
  19. Caraca! É realmente complicado isso hein. Que sujeito desagradável. O cão era mais "humano" do que ele. ¬¬

    BeijãoO!

    ResponderExcluir
  20. Ká,

    mas já era a segunda vez que o cachorro esquecia a chave.....rsrs

    Na verdade é aquela historia de sempre, se não atende as expectativas, se ferra, mesmo que elas estejam acima da capacidade do individuo.
    É o mundo cão!

    bjo

    ResponderExcluir
  21. Oi Lufeeeeeeeee !!
    Nossa eu ja trabalhei com a tortura de cobranças 24 horas por dia, é um terror , e é bem como nessa história , exigem mais e mais e mais , passam dos limites !
    Eu acho muito bom cobrança, eu já tenho isso de natureza , eu cobro de mim mesmo tudo em todos os sentidos e acredite eu me estresso comigo mesmo...sou um pouco dificil de desligar meus botões, mas cobrança que vem de fora eu detesto rsrs...mas ate certo ponto, com limites, eu acho válido pq o ser humano sempre tem mais para oferecer ... mas nada de exageros , isso tem efeito contrário !

    Beijoooooooosssssssssssss

    ResponderExcluir
  22. Adorei a parte do conto em que o cão espera o sinal ficar verde para pedestre, espera pelo ônibus e chega a conferir o número, dá o sinal para descer... ótimo, diferente, gosto disso.

    O final é lamentável (não o texto), mas o que há de mais lamentável no mundo? O ser humano, é claro.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  23. Ana,

    Ninguem merece trabalhar assim.
    Você é perfeccionista demais, né?
    Haja cobrança.....

    bjo

    ResponderExcluir
  24. Lily,

    O cão tinha que ter um charme, ele só ir embora com a sacola era pouco....rsrs

    bjos

    ResponderExcluir
  25. Vim agradecer os conselhos, meu paim, rsrsrs.

    Valeu, Lufe! Deu pra dar uma relaxada, afinal!

    Beijos

    Carla

    ResponderExcluir
  26. Carla,

    Me esqueci da arruda....rs

    bjo

    ResponderExcluir
  27. A minha aqui já tá quase aprendendo isso aí também. Só falta ensinar...

    um abraço

    ResponderExcluir
  28. Lufe
    Estou adorando vir no boteco, só não vou poder tomar caipiroska todos os dias tá?
    Adorei a história, não conhecia. O detalhe do cachorro parar no ponto do ônibus e depois ir olhar o número dele, é demais.
    Mas sabe, felizmente eu parei de trabalhar (aposentei) quando o banco que eu trabalhava começou a mudar do que era, a cobrar, cobrar, sem respeitar mais horários. Não dava! Saí mesmo.
    um abraço

    ResponderExcluir
  29. Cara,

    KKKKKKKKKK
    Tem umas que aprendem sozinhas, tem o dom.....rsrs

    abraço

    ResponderExcluir
  30. Macá,

    A gente aproveta a piada pra fazer uma metafora do que tá acontecendo no mercado de trabalho.
    O cão tinha que ter habilidades quase humanas, mas não atendeu as expectativas de quem o avaliava.
    La no Banco tambem era assim, não é mesmo?
    Eles mantem os funcionarios sempre na corda bamba, eles nunca executam as tarefas a contento da chefia, eles sempre exigem mais.

    bjo

    ResponderExcluir
  31. Gostei do seu texto, da forma como escreve e das
    verdades que diz.
    Me chamou a atenção no blogs de uma pessoa ex apanhada pelas drogas e no relatos que faz de seus comportamentos. Não desconheço o assunto e
    até o conheço muito bem, não por mim, mas por eles e porque me dediquei a essa luta a nível
    psicologico e humano.

    O congratulo por sua presença nesse blogs, suas
    palavras e humanidade.

    Eu também lá vou!E lhe agradeço o seu humanismo.

    Escrevo poesia e sou Portuguesa.
    O convido a visitar-me!

    Com amizade,

    Maria Luísa

    ResponderExcluir
  32. cheguei até a esta praia nas ondas do Guará e logo me encantei com o Banner
    depois começei a ler o Texto do cão, gente no começo pensei que fosse um fato veridico, pensei que ia ser uma estória sobre o sobrenatural, mas me surpreendi bastante

    sabe que o problema desse mundo consiste que temos muitos caras igual ao dono desse cão, por que o que o Cão faz, faz por amor, e em verdade temos que aceitar sempre as limitações do outro por nos não somos perfeitos e também vamos cometer erros.

    Encantado com o blog. Te seguindo

    http://tallesazigon.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  33. muito bom, Lufe!
    é por ai mesmo.
    Mais se oferece, mais se quer e menos se reconhece. E assim entramos numa senda louca de exigir, melhorar, superar, etc.
    O ser humano tem esse defeito, de considerar a qualidade e o valor como algo corriqueiro e acostuma-se a ele. E acostumado está, mais quer, mais se cobra.

    Excelente post!
    abraços

    ResponderExcluir
  34. Lufe !
    Acho que é assim mesmo, quanto mais a gente espera mais a gente quer. Pena que não podemos espancar a todos que não alcançam nossas expectativas, rsrsrs

    Abraços

    ResponderExcluir
  35. Maria Luisa,

    É um prazer receber a sua visita.
    Obrigado por suas palavras.
    Irei fazer uma visita...

    Um abraço

    ResponderExcluir
  36. Talles,

    Gostei de você ter vindo,
    Estes artistas novos africanos são espetaculares.
    Apareça mais.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  37. Alexandre,

    Esse é um dos males do nosso tempo.
    As pessoas querem tudo para ontem e exigem superação nas tarefas criando expectativas.
    Mas eles agem assim?
    Gostam de ser cobrados assim?
    Tenho certeza que não, mas cobrar eles sabem...

    Um abraço

    ResponderExcluir
  38. Carla,

    Ou nos livrarmos de sermos espancados, não é mesmo?.....rsrsrs

    bjo

    ResponderExcluir
  39. Espetacular!
    hahaha, adoro leituras leves, com humor e moral.
    Nunca satisfazemos plenamente o outro, nunca.

    ResponderExcluir
  40. Dica,

    Que bom que gostou.
    Humor e leveza é o que a gente tenta preservar.

    bjo

    ResponderExcluir

Entre no papo, comente!
Sua opinião é sempre bem vinda!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...