Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

O que é Sucesso?

Muita gente pergunta o que é o sucesso. O sucesso pode ser medido de diversas formas, depende muito da ótica de quem vê. Porém, ao longo da vida, o maior sucesso aparece de forma marcante caracterizando fase a fase. O final de ano é sempre época de se repensar a vida, de meditar, de rever conceitos e traçar metas.  Este texto é para reflexão.

Aos 02 anos sucesso é: conseguir andar. 


Aos 04 anos sucesso é: não fazer xixi nas calças. 


Aos 12 anos sucesso é: ter muitos amigos. 


Aos 18 anos sucesso é: ter carteira de motorista. 


Aos 20 anos sucesso é: fazer muito sexo. 


Aos 35 anos sucesso é: dinheiro. 


Aos 50 anos sucesso é: muito dinheiro. 


Aos 60 anos sucesso é: fazer sexo. 


Aos 70 anos sucesso é: ter carteira de motorista.


Aos 75 anos sucesso é: ter amigos. 


Aos 80 anos sucesso é: não fazer xixi nas calças. 


Aos 90 anos sucesso é: conseguir andar.


Assim é a vida...

Não levamos nada dessa vida.
Para que perder tempo com a maldade, com a falsidade, 
com a intolerância, com a intransigência, com o rancor, 
com a desconfiança, com o desamor.
Todos teremos o mesmo destino, independentemente 
da condição financeira ou social.
Portanto, ame muito, deixe-se amar, brinque muito, ria muito, perdoe muito e aproveite a vida a cada dia.
Busque ser feliz !!!

Texto enviado pela amiga Jussara.


45 comentários:

  1. Amigo Lufe...
    Então para todos nós sucesso, claro sem mijar nas calças, hahahaha!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Lufe querido!
    Está tudo aí.
    A vida não passa de um eterno retorno...
    Quero mais é chegar aos 90 com todo esse sucesso!!
    Amei o post e o novo visual do buteco ;)
    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Conheci teu blog através dos cometários da Fernanda Reali e da Sandra Viera. Adorei este último post.
    Nós passamos a vida tentando nos independizar e sendo valorizados por isso. E aí, na velhice, temos de aceitar o retrocesso. È difícil.
    Eu estou no platô agora. Oficialmente quarentona, vou aproveitar este interregno da vida antes da descida natural da vida!

    ResponderExcluir
  4. Guará,

    A gente chega lá.....rsrs

    abços

    ResponderExcluir
  5. Oi Rê,

    Bem vinda m seu retorno.
    Chegar aos noventa com sucesso é o must....rsrs

    bjão procê

    ResponderExcluir
  6. Lufe,

    Que mensagem eternecedora.
    Grata por esta postagem.

    Beijos,

    ResponderExcluir
  7. Alexandra,

    Você esta no auge....rs
    A unica coisa ruim dos quarenta, é que nunca mais a gente sai dos "enta", só nos cem.
    Na verdade o importante é a gente não perder tempo com coisas que não nos encaminham á felicidade. É dificil, mas a gente tem que tentar viver o momento.

    bjo

    ResponderExcluir
  8. Anna,

    Seja bem vinda.
    Aqui a gente sempre tem um pouquinho de tudo.
    Volte sempre, sera um prazer.

    bjo

    ResponderExcluir
  9. boa mensagem!
    já diz o velho ditado que caixão não tem gaveta. dinheiro, o suficiente para ter uma vida decente, tá bom demais.

    a vida é mesmo um ciclo... tudo o que aprendemos vamos devagar desaprendendo...ficam apenas os sentimentos, experiências.
    bacana!
    bom dia ai e boa semana, Lufe!
    abraços

    ResponderExcluir
  10. Muito bom!Que legal esse post.Realmente é tudo isso,a vida anda do começo para o fim e do fim para o começo!
    Tô sempre passando aqui!
    PArabéns pelo blog!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  11. E tudo isso aconchegado em MUITO Amor!
    Beijosss Lufe.

    ResponderExcluir
  12. Um brinde portando! Vamos viver e ser feliz!
    Um bj querido amigo. Tin-tin

    ResponderExcluir
  13. Lufe! Adorei seu blog! Esta postagem é muito legal! Vi q vc é de BH, meus pais e irmã tb moram em BH e acho a gente daí mt boa!
    Bjus

    ResponderExcluir
  14. Alexandre,

    A gente também tem que parar com um monte de picuinhas que somente nos desgastam, é ou não é?
    A vida passa e a gente perde muito tempo com bobagens, inveja, rancores.

    Uma gauchinha, que é uma gostosura de pessoa, a Luna do “Palavras...apenas momentos” http://palavrasdeluna.blogspot.com/ outro dia fez um post ótimo, onde disse grandes verdades, entre elas, pincei estas duas:

    “Gosto de quem verbaliza o querer e de quem gosta de quem verbaliza, sem achar que isso tona as pessoas frágeis e vulneráveis.

    “Gosto de quem se permite, de quem se sente bem na própria pele, de quem presta atenção nos detalhes e, é claro, de quem se deixa gostar”.

    Olha que duas receitinhas fantásticas pra se passar a vida numa boa....

    Tem tantas outras por aí, e todas elas passam pela simplicidade do “ser” e do “sentir”

    Um abração.

    ResponderExcluir
  15. Alê,

    Venha sempre mesmo.
    è um prazer recebe-lo por aqui.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  16. Ei Lufe,
    Aqui está o link do seu presente de amigo secreto:
    http://luaimaginadapoemas.blogspot.com/2010/12/buteco-do-lufe-meu-amigo-secreto.html
    Espero que goste!

    Bjo

    ResponderExcluir
  17. Rosane,

    o amor é que move toda engrenagem...sem ele nada anda.

    bjos

    ResponderExcluir
  18. Gisa,

    E se preocupar somente com o que tem importancia, né? E viver, viver, viver.....
    Tin tin

    bjos

    ResponderExcluir
  19. Juliana,

    Já fui lá conhecer o "Passatempo da Ju" e gostei muito. Vou voltar e passar um tempo com você.
    Nois aqui dessa cidadezinha é tudo bão dimais da conta, sô!
    Quando vier por aqui, aparece no buteco pra escutar uns "causos".;.....rsrs

    bjo

    ResponderExcluir
  20. Mylla,

    Fui correndo lá pra ver....
    Adorei!
    Obrigado pelo presente e pela poesia.

    bjos

    ResponderExcluir
  21. Oi Lufe!

    Muito bem descritas as fases da nossa vida... E vê-se que retornamos ao início, curioso, não? Sempre ricas lições nesse querido Buteco. A partilha, afinal, é isso. Fico imensamente feliz por tê-lo conhecido!

    Obrigada por suas gentis palavras lá no meu blog.

    Um beijo

    Carla

    ResponderExcluir
  22. Sucesso é a nossa capacidade de realizar sonhos em realidade.

    Beijos pra Ti

    ResponderExcluir
  23. Ei Lufe. Adorei. E assim se dá o ciclo da vida, não é mesmo. Hoje estava relendo um texto de Madre Teresa que fala exatamente sobre isso.

    "Tenha sempre presente que a pele se enruga, o cabelo embranquece, os dias convertem-se em anos... Mas o que é importante não muda... a tua força e convicção não têm idade. O teu espírito é como qualquer teia de aranha. Atrás de cada linha de chegada, há uma de partida. Atrás de cada conquista, vem um novo desafio. Enquanto estiver viva, sinta-se viva. Se sentir saudades do que fazia, volte a fazê-lo. Não viva de fotografias amareladas... Continue, quando todos esperam que desista. Não deixe que enferruje o ferro que existe em você. Faça com que, em vez de pena, tenham respeito por você. Quando não conseguir correr através dos anos, trote. Quando não conseguir trotar, caminhe. Quando não conseguir caminhar, use uma bengala. Mas nunca se detenha"

    ResponderExcluir
  24. Lufe, eu sabia que na sua mão ia dar bom caldo.
    beijão
    Jussara

    ResponderExcluir
  25. Carla,

    E o interessante que a gente nota, é que você colhe o que planta, sempre!
    Se você leva uma vida onde você semeia a tolerância, a boa vontade, o respeito aos indivíduos e a sua individualidade, o respeito aos sentimentos dos outros, se transmite alegria, se ama, se deixa se amar, se exerce o perdão e outras coisinhas que falamos muito mas nem sempre fazemos, pode ter a certeza que você fechará este ciclo da vida em plena felicidade, rodeado das pessoas que ama. E na verdade é isso que conta na vida é, quando chegar na fase onde andar passa a ser um sucesso, ver que valeu a pena vive-la.

    Aproveite a fase que você esta vivendo agora, a qualidade da arvore determina a qualidade do fruto, por isso ela deve ser cuidada sempre, e mantida afastada das pragas que a contaminam.

    Beijocas procê.

    ResponderExcluir
  26. Maria Rita,

    Obrigado por ter vindo ao Buteco.

    Na verdade, a gente não pode nunca é perder a capacidade de sonhar....

    bjo

    ResponderExcluir
  27. Malu,

    Que chique!!!!
    Citando a Madre Tereza?

    Que beleza este texto.
    Por isso ela chegou a idade que chegou, com aquele dinamismo que a caracterizava.
    Ela praticava o que dizia, coisa que nem sempre a gente faz, não é mesmo?

    bjos

    ResponderExcluir
  28. Jussara querida,

    Obrigado pelo texto, ele fala por si.....

    bjos

    ResponderExcluir
  29. Oi Lufe,
    Ainda bem que eu tive tempo de recomeçar!
    Esse post me fez pensar...afinal minhas fases foram outras.

    Beijos amigo.

    ResponderExcluir
  30. Lufe,

    A terra é redonda, a vida é cíclica e os melhores pensamentos são os sem arestas... há muita gente preconceituosa nessa vida, gente que não gosta de crianças por causa disso, que não gosta de idosos por causa daquilo e por aí vai. Uma gente que se esquece que não há muito como escapar das fases, todas elas, se você estiver vivo.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  31. Lufe,

    Pouca coisa sobra para ser dita depois do que o pessoal escreveu por aqui, mas , resumindo creio que sucesso é bem viver! E em qualquer faixa de idade!

    Vi que a Alexandra já andou por aqui, ela é muito querida! No dia do nosso encontro aqui em Porto Alegre indicamos vários blogs para ela, e o teu foi super elogiado por nós!
    Aliás...quem sabe daqui alguns meses toda esta turma blogueira querida não combina de se encontrar em alguma parte deste Brasilsão! A semente está lançada! O encontro de Porto Alegre já foi um sucesso!

    Beijinhossssss

    ResponderExcluir
  32. Vida,

    Na verdade, aqui neste texto, estas fases estão definidas com parâmetros marcantes para um grande numero de pessoas e não necessariamente para todas. Estas fases aqui se apresentam de uma forma simplista. O dinheiro como meta de sucesso, nem sempre é aceitável. Fazer sexo aos 60, ao contrario dos 20, presa-se a qualidade e não a quantidade, e por aí vai. Esta apresentação foi feita justamente para nos levar a reflexão.
    Nela a gente percebe que tudo na vida é cíclico, como disse a Lily, a terra gira, e a gente tem de “desvestir a pele de porco espinho” que por muitas vezes nos impede de nos relacionarmos de forma gratificante. Como eu comentei lá em cima, com o Alexandre, uma frase da Luna: “Gosto de quem se permite, de quem se sente bem na própria pele, de quem presta atenção nos detalhes e, é claro, de quem se deixa gostar”.
    A gente tem que ser capaz de se olhar no espelho, olho no olho com a gente mesmo, e se gostar. Se permitir ser, se permitir fazer acontecer, ter a tranqüilidade e equilíbrio de deixar acontecer. Temos de desenvolver a capacidade de observar o mundo a nosso redor e saber apreciar tudo de bom que dele provem. Dar uma de “Polyanna”, porem consciente, ao observar e valorizar o lado bom dos fatos que se sucedem. E outra coisa que é muito importante, e muitas vezes a gente nem percebe, é o se deixar gostar, estar aberto aos sentimentos, estar abertos aos que de nos se aproximam sem nenhuma exigência e gostam de nos pelo que somos, pelo que para elas representamos. Isso é muito difícil, pois sempre trazemos dentro de nos a desconfiança e desacreditamos dos sentimentos puros e genuínos. Você diz que suas fases foram diferentes, talvez tenha realmente sido, mas acredito que na essência, elas tenham sido bem semelhantes. De qualquer forma, sempre é tempo de refletirmos e vermos o que realmente tem valor nessa caminhada, e fazermos por onde.
    Fiz um sermão de Pastor, mas realmente ando acreditando nisso.....rs

    Um grande beijo, querida.

    ResponderExcluir
  33. Lily/Suzana

    Na verdade é a dificuldade do "saber viver".
    A gente sempre tem umas picuinhas pra atrapalhar tudo...a gente é mestre nisso....rsrs
    A formula a gente sabe, o duro é faze-la funcionar, mas se a gente esta aberto para a vida, um dia a gente acaba aprendendo.

    Ah, tem um assunto interessante, um pouco relacionado, já que você falou do fato de pessoas não gostarem de crianças ou de velhos, que eu acho que quem tem filho deveria ler e refletir, que foi postado pela Malu, do "Absinto" http://abbsinto.blogspot.com/.
    Ela nos leva a refletir sobre as gerações que estamos ajudando a formar.
    Acho que você vai comungar com o pensamento dela.

    bjo

    ResponderExcluir
  34. Sandra,

    Eu fiz uma visitinha a Alexandra e gostei muito.
    É tão bom "disvirtualizar" as pessoas que a gente aprendeu a gostar nesta blogsfera, não é?
    Eu acho otimo. Elas se tornam mais reais, mais humanas e a gente percebe que a essencia é a mesma, elas são de fato reais.

    bjo

    ResponderExcluir
  35. Ciclo, assim que é.

    Gostei muito das imagens e descobri que ainda tenho 11 anos para pensar quase que exclusivamente em fazer sexo...ô, beleza!

    :p

    Beijo.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  36. Luna,

    He he he

    Você me fez lembrar do Asterix.....e é claro, do Ideiafix....rsrsrs

    bjos

    ResponderExcluir
  37. Oi Priscilla

    Tava sumida.
    Saudades docê....

    bjo

    ResponderExcluir
  38. Não sei qual é meu sucesso...
    Abçs*

    ResponderExcluir
  39. Franck,

    O texto apresenta esteriotipos....
    São medidas de sucesso generalizadas, que nem sempre todos se enquadram..
    A medida do sucesso esta nas expectativas de cada um, é uma medida individual de parametros tambem individuais.
    Eu só tenho a certeza de que a formula para ser feliz esta esrampada na ultima parte do texto.
    E tambem é claro, aquela maxima que toos repetem e se esquecem, de de praticar: A gente sempre colhe o que planta.

    um grande abraço.

    ResponderExcluir
  40. Oi Lidia,

    Eu tambem achei bem legal pois provoca uma reflexão....

    bjo

    ResponderExcluir
  41. Nada além da verdade, Lufe. É bem isso mesmo. Acho que antes de perder a paciência, brigar, se desgastar, arriscar um mal-estar com alguém, é melhor pensar: no que isso vai afetar minha vida daqui a 3 dias? E daqui a 3 meses? E daqui a 3 anos?
    Quer saber, vc tem toda razão: o negócio é viver e ser o mais feliz que for possível. O resto o tempo leva, né messs?
    Beijokas, Lufe.

    ResponderExcluir
  42. Este foi um dos melhores e-mails coletivos que recebi em 2010, pois eu tenho essa mania de viver o hoje, valorizar o momento.

    beijoooo

    ResponderExcluir
  43. Isso é saber viver a vida a cada momento intensamente, é não levar tão a serio esta estrada de chão batido, pq ali tbm tem sombra de uma arvore, a córregos que matam a sede e mãos pra nos ajudar e escalar morros.
    Tudo vale a pena quando alma não é pequena, assim como todas as idades são boas sendo vividas e ou compartilhadas.

    Bjinhos Lufe e garta por sua visita no Fluid.

    ResponderExcluir

Entre no papo, comente!
Sua opinião é sempre bem vinda!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...