Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Blogagem Retrô - Tuareg

Continuando ainda a Blogagem Retrô resolvi recordar esta postagem que a mim diz muito.


Resolvi postar esta entrevista pela simplicidade das verdades aqui contidas.
Entrevista realizada por Victor M Amela e Moussa Ag Assarid em 20/10 /07

- Não sei a minha idade. Nasci no deserto do Saara sem documentos. Nasci em um acampamento de nômades Tuareg entre Timbuctu e Gao, ao norte de Mali. Fui pastor de camelos, cabras, cordeiros e vacas do meu pai. Hoje estudo Gestão na Universidade de Montpellier. Estou solteiro. Defendo os pastores Tuareg. Sou muçulmano, sem fanatismo.
- Que turbante, tão formoso.
- É uma fina tela de algodão: permite tapar o rosto no deserto, e continuar a ver e respirar através dele.
- É e um azul belíssimo!
- Nós os Tuaregs, somos chamados de homens azuis por isso; o tecido solta alguma tinta e nossa pele adquire tons azulados.
- Como conseguem este tom de anil?
- Com uma planta chamada índigo, mesclada com outros pigmentos naturais. Para os Tuaregs o azul é a cor do mundo.
- Por quê?
- É a cor dominante. É a cor do céu, do teto da nossa casa.
- Quem são os Tuaregs?
- Tuareg significa “abandonados“, por que somos um velho povo nômade do deserto, solitários e orgulhosos: “Senhores do deserto“, é como nos chamam. Nossa etnia é a amasigh (bereber), e o nosso alfabeto, o tifinagh.
- Quantos são?
- Uns três milhões, e a maioria permanece nômade. Mas a população diminuiu. “É preciso que um povo desapareça para que saibamos que ele existiu“: Apregoava um sábio. Eu luto para preservar este povo.
- A que se dedicam?
- Pastoreamos rebanhos de cabras, camelos, cordeiros, vacas e asnos num reino de imensidão e silêncio.
- O deserto é realmente tão silencioso?
- Quando se está sozinho naquele silêncio, ouve-se o batimento do próprio coração. Não há lugar melhor para se estar sozinho.
- Quais recordações de sua infância você conserva com mais nitidez?
- Desperto com a luz do sol e ali estão as cabras de meu pai. Elas nos dão leite e carne, nós as levamos onde há água e pasto… Assim fizeram meu bisavô, meu avô e meu pai e eu. Não havia outra coisa no mundo além disso.
E eu era muito feliz com isso.
- De fato! Não parece muito estimulante…
- Mas é muito! Aos 7 anos já te deixam afastar-se do acampamento para que aprendas coisas importantes: farejar o ar, escutar, apurar a vista, e as estrelas…
E a deixar-se levar pelo camelo, se você se perder. Ele e levará onde há água.
- Saber isso é valioso, sem dúvida…
- Ali tudo é simples e profundo. Existem muito poucas coisas. E cada uma tem um enorme valor!
- Então esse mundo e aquele são muito diferentes?
- Ali cada pequena coisa te proporciona felicidade. Cada toque é valorizado. Sentimos uma enorme alegria pelo simples fato de nos tocarmos e estarmos juntos. Ali ninguém sonha com chegar a ser, por que cada um já o é.
- O que mais o chocou em sua primeira viagem á Europa?
- Ver as pessoas correndo pelo aeroporto. No deserto só se corre quando vem uma tempestade de areia. Me assustei! É claro!
- Eles iam apenas buscar suas malas…
- Sim! Era isso. Também vi cartazes de mulheres nuas. Me perguntei: por que esta falta de respeito para com a mulher? Depois no Íbis Hotel, vi a primeira torneira da minha vida, vi a água correndo e senti vontade de chorar…
Que abundância! Que desperdício! Não?
Todos os dias da minha vida consistiam-se em procurar água. Quando vejo as fontes ornamentais aqui e acolá, continuo sentindo por dentro uma dor tão intensa…
- Tanto assim?
- Sim! No começo dos anos 90 houve uma grande seca. Morreram animais e nós também adoecemos. Eu tinha uns 12 anos e minha mãe morreu. Ela era tudo para mim! Me contava histórias e ensinou-me a conta-las muito bem.
Ela me ensinou a ser eu mesmo.
- O que sucedeu com a sua família?
- Convenci meu pai que me deixasse ir á escola. Quase todo dia caminhava 15 km. Até que um dia o professor me arranjou um lugar para dormir e uma senhora me dava o que comer, quando eu passava em frente á sua casa.
Entendi que esta ajuda vinha da minha mãe.
- De onde surgiu este desejo de estudar?
- Uns dois anos antes havia passado pelo nosso acampamento o Rally Paris- Dakar, e uma jornalista havia deixado cair um livro da sua mochila. Eu o apanhei e o entreguei. Ela me deu o mesmo de presente. Era um exemplar do pequeno Príncipe e eu me prometi que um dia conseguiria lê-lo.
- E conseguiu?
- Foi assim que consegui uma bolsa de estudos na França.
- Um Tuareg na Universidade!
- Ah! O que mais sinto falta aqui é o leite de camela… E o calor da fogueira, e de andar com os pés descalços na areia quente. Lá nós olhamos as estrelas todas as noites e cada estrela é diferente das outras como cada cabra é diferente. Aqui á noite, você olha para a TV.
- Sim! E o que você acha pior aqui?
- Vocês tem tudo, mas não acham suficiente. Vocês se queixam. Na França passam a vida reclamando! Aprisionam-se pelo resto da vida á uma dívida bancária, num desejo de possuir tudo rapidamente… No deserto não há congestionamentos e você sabe por quê? Por que lá ninguém quer ultrapassar ninguém!
- Conte-me um momento de extrema felicidade no seu deserto distante.
- Todo dia, duas horas antes do pôr-do-sol: a temperatura abaixa, mas ainda não chegou o frio, e os homens e os animais, lentamente voltam para o acampamento e seus perfis são recortados em um céu cor-de-rosa, azul, vermelho, amarelo, verde…
- Fascinante, na verdade…
- É um momento mágico. Entramos todos na cabana e colocamos o chá para ferver. Sentamo-nos em silêncio a ouvir a ebulição… A calma invade todos nós e o nosso coração bate no ritmo da fervura…
- Que paz!
- Aqui vocês têm relógio, lá nós temos tempo.


Postado originalmente em 28/07/10

 

27 comentários:

  1. Admiro quem escreve textos com sabedoria. Muito linda a história e prende a atenção . Parabéns pelo premio do blog retrô da Elaine. Vim realmente parabenizá-lo e encontro esse lindo blog ~tão caprichado e com conteúdo deliciosos. Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto, lindos ensinamentos. "Nós temos o tempo". É exatamente isso que nos falta.
    PS: estou adorando a blogagem retrô. Tô quase entrando de bico nela e publicando umas coisas retrô também.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Lufe, muito bem escolhido! esse seu post foi um dos que mais gostei, repassei p muitos amigos o link por e-mail. a mensagem é importantíssima.
    abraços ai e bom dia.

    ResponderExcluir
  4. Elaine

    Bem vinda ao Buteco
    Você me deu uma otima noticia...eu não sabia.
    Obrigado pelos elogios, apareça sempre

    bjos

    ResponderExcluir
  5. Ana Paula,

    Hoje em dia a gente tem que "fazer" o tempo, né?

    Participe sim, é muito gostoso recordar...

    bjo

    ResponderExcluir
  6. Guará,

    Você sempre acha um tempo de estar presente...

    abços

    ResponderExcluir
  7. Alexandre,

    A gente sempre se esquece que as coisas simples da vida na verdade são as mais importantes.
    A gente perde tanto tempo com coisas bobas, status, bens materiais em excesso ou até mesmo com pessoas que nos "sugam"...

    Um grande abraço e obrigado por repassar o link

    ResponderExcluir
  8. Um apelo:
    A Região Serrana do Rio de Janeiro esta passando por calamidade devido as chuvas e precisa de doações.
    Informações de como doar: http://goo.gl/Sv7w3

    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Olá.. cheguei ate aqui através de uma certa flor que muito me encanta, mas não vim falar dela não..
    vim conhecer você, sua casa, melhor dizendo seu "buteco".. rsrsr
    Fiquei sabendo que por aqui iria ter bolo, quitutes, bebidinhas e muitas histórias boas de se lêr... E que hoje é um dia especial ..

    Parabéns ah você, nesta data querida e especial...
    Feliz aniversário então..

    Deixo te um beijO e uma noite de paz..

    Andréya...

    ResponderExcluir
  10. Aeeeeee Lufe! tô sabendo que hoje é festa no buteco! tem gente fazendo aniversário.
    Vamos bebemorar seu aniversário, desejo a vc um grande ano em sua vida, daqueles que vc vai se lembrar com saudades de tão bom que foi!
    parabéns! grande abraço pra vc

    ResponderExcluir
  11. Feliz aniversario Lufe!!! O texto tocou meu coracao. Moro no deserto, mas infelizmente entre carros e congestionamentos!

    Beijos e feliz aniversario

    ResponderExcluir
  12. Lufe, to espalhando os convites pra festa. Pelo que vi, 3 convidados já chegaram...rs
    É hora do aniversariante aparecer :D
    Parabéns querido!!
    Saúde, paz e prosperidade, sempre!!!
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  13. Eiiii Lufe!
    Sei lá pq nos perdemos ano passado...mas retorno em dia de natal pelas mãos da Xará, amada nossa.Já desceu quantas loiras ou morenas prá modi a gente brindar? Como disse Xipán...È LUFE...È LUFE...È LUFE!!! Saúde, alegrias e muiiito amor... hoje e todos os dias.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  14. Meus queridos,

    Vim ao Buteco neste momento e deparo com uma surpresa deliciosa.

    Agradeço a todos as manifestações pela data de hoje.
    É mais um ano de vida, de uma existência vivida com muito prazer, entusiasmo e gratidão, que espero comemorar muitas vezes mais com vocês.
    Estejam à vontade no Buteco, hoje é por conta da casa!!!!!!!

    Agradeço em especial a amiga Regina Laura, esse encanto de pessoas, que me presenteou com um lindo post de aniversário.
    Fiquei muito honrado, sensibilizado, emocionado.
    Nesse bolo de aniversario, Regina é a cereja, que alem de enfeitar, propicia um sabor todo especial. OBRIGADO RÊ!!!!

    Beijo a todos

    ResponderExcluir
  15. Vim te conhecer no dia da festa e vim pros quitutes, sou gulosa!!!

    PARABÉNS e tuuuudo de bom no teu niver e SEMPRE!

    Vim da Regina Laura direto pra cá! abraço,chica

    ResponderExcluir
  16. Lufe, PARABÉNS!
    Cheguei no Buteco e encontro a festa armada, aí que bom!
    Você foi uma das melhores aquisições da minha vida o ano passado.
    Beijão
    Jussara

    ResponderExcluir
  17. Como eu gosto de Buteco...resolvi aparecer pra festa....vi no Balanço das Horas....e aqui estou...

    Feliz aniversário!!!!!!!!

    Seu blog é muito...muito legal!!!!!

    Bjos e tudo de melhor procê!!!!!


    Zil

    ResponderExcluir
  18. Oi Lufe!!!

    Olha só, que sorte! Chego bem no dia do seu aniversário!!! A tempo de lhe desejar um feliz aniversário, que sua vida se encha de bençãos e amor, que você seja bem feliz, amigo!! Parabéns, certamente você merece todas as melhores palavras e sentimentos de amizade e consideração! Parabéns pelo Buteco, eu estava morrendo de saudade daqui, tudo de bom pra você, Lufe!
    Que Deus te abençoe, hoje e sempre.

    Beijos

    Carla

    ResponderExcluir
  19. Não podia deixar de passar no seu buteco hoje!
    Vai ser boca livre??? Tudo free?
    Porque a gente tem que comemorar muuuuuuuito!
    Comemorar a vida, a saúde, a amizade e tudo o que há de bom!!!
    FELIZ ANIVERSÁRIO!
    Muitos beijos

    ResponderExcluir
  20. Tão vasto é esse mundo da blogosfera... e eu encontro alguém possilvelmente tão próximo! Fico imensamente feliz de estar aqui... e vim nossa terra tão bem representada em seu espaço! Parabéns!

    Fico... para te seguir é claro!

    Beijos... e um fim de semana repleto de paz e alegrias!

    Sil
    Aqui sempre

    ResponderExcluir
  21. Adorei seu buteco, vim por indicação da Regina e não me arrependi!
    Já falei no blog dela, mas não custa repetir!
    Parabéns, muitas felicidades, anos de vida e pitacos!
    Tenha um lindo final de semana!

    ResponderExcluir
  22. Oi Lufe!!! Nossa...que sorte que eu tive em vir te conhecer justo em um post incrivel como esse.Que lição de vida, a beleza nas coisas simples da vida!!!
    Parabens meu querido, pelo post e pelo niver,que soube pela Regina.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Nossa, que entrevista! Primeiro foi o azul que também acho que seja a cor do mundo e depois o silêncio: Sempre quis ouvir o silêncio e só consigo quando estou mergulhando, mas nunca pensei no silêncio dos desertos. Talvez por isso Cristo escolheu este lugar para meditar quando as coisas do mundo começaram a contaminá-lo. Enfim, quero te agradecer este momento de leitura de grande sabedoria! Beijus,

    ResponderExcluir
  24. O texto é lindo, ensinamentos que tento colocar em prática todos os dias. Árdua tarefa!!
    Aceita meu beijo e abraço "apertadim" pelo teu aníver!! Muitos e muitos posts de vida!!
    =)

    ResponderExcluir
  25. Lufe,
    Chego atrasado, mas ainda a tempo de lhe desejar o melhor. Feliz aniversário, meu amigo!
    Quanto à sua postagem, eu já tinha lido esta entrevista, que considero uma pequena maravilha.

    Abraço

    ResponderExcluir
  26. Hei, cheguei atrasada, juntinha do AC, ainda aceita os parabéns???
    Parabéns meninoooo e tudo de ótimo em sua vida. Deus abençõe essa caminhada bonita viu, muita saúde,paz e AMOR!!!
    Beijosssssssss Lufe!!!

    ResponderExcluir

Entre no papo, comente!
Sua opinião é sempre bem vinda!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...