Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Cachaça


Desde que a cachaça é cachaça, sempre teve o nome de cachaça.
Mas os que bebem, gostam de chamá-la de um jeitinho especial.
Tem aqueles que batizam a cachaça com sinônimos: 
aca, aguardente, birita, cana, caninha, calibrina, cumbé, caiana, caxixi, jinjibirra, marato, monjopina, parati, pinga, tafia, tiquirá, uca, etc.
Há os que a chamam por objetivos: 
abrideira, azuladinha, branquinha, brasileira, boa, danada, espírito, elixir, homeopatia, imaculada, limpa, lisa, malvada, perigosa, preciosa, pura purinha, remédio, teimosa, etc.
Ainda vamos encontrar os que preferem exaltar jocosamente suas propriedades: 
aquela que matou o guarda, água benta, água de briga, água de cana, água que gato ou passarinho não bebe, arrebenta peito, engasga gato, espanta moleque, esquenta por dentro, guarda chuva de pobre, já começa, mata bicho, meu consolo, quebra goela, sumo de cana, suor de alambique, tira juízo, tira teima, leite da mulher amada, etc.
Ainda poder-se-á chamá-la por nomes de mulheres: 
Dona Branca, Maria Branca, Santa Maria, Sinhazinha e vai por aí a fora.
O “Caxixi”, por exemplo, é a cachaça de péssima qualidade, a primeira a cair do alambique.
A de mau gosto é chamada de “Aca”.
A “Caiana”, originariamente era produzida com cana Cayana e o “Táfia” era produzida do melaço.
Quando a cachaça transpõe fronteiras, nos Estados Unidos passa a se chamar SUGAR CANE BRANDY, na França, EAU DE VIE e na Alemanha, SCHNAPS.

Mas os dois nomes mais conhecidos da danada são mesmo a Pinga e Aguardente.
Vocês sabem de onde surgiram esses nomes?
Uma amiga querida, a Cristie, do Cult Space, publicou outro dia esse post:

MOMENTO MANGUAÇA CULTURAL


"Antigamente, no Brasil, para se ter melado, os escravos colocavam o caldo da cana-de-açúcar em um tacho e levavam ao fogo.
Não podiam parar de mexer até que uma consistência cremosa surgisse.
Porém um dia, cansados de tanto mexer e com serviços ainda por terminar, os escravos simplesmente pararam e o melado desandou.
O que fazer agora?
A saída que encontraram foi guardar o melado longe das vistas do feitor.
No dia seguinte, encontraram o melado azedo e fermentado.
Não pensaram duas vezes e misturaram o tal melado azedo com o novo e levaram os dois ao fogo.
Resultado:
O "azedo" do melado antigo, que era álcool, aos poucos foi evaporando, formando no teto do engenho goteiras que pingavam constantemente.
Era a cachaça já formada que pingava. Daí o nome "PINGA".


Quando a pinga batia nas suas costas, marcadas com as chibatadas dos feitores, ardia muito, por isso deram-lhe o nome de "ÁGUA-ARDENTE".
Caindo em seus rostos, escorrendo até a boca, os escravos perceberam que, com a tal goteira, ficavam alegres e com vontade de dançar.
E sempre que queriam ficar alegres, repetiam o processo."

Será que a historia é essa mesmo?
Pode até não ser, mas que é interessante, isso é.
Tem até um fundinho que dá pra acreditar......

(Essa história dos nomes Pinga e da Aguardente é contada no Museu do Homem do Nordeste).


12 comentários:

  1. Lufe,

    Tenho um amigo Espanhol que sempre diz que nossa cachaça é tão boa que tem que se tomar "ajoelhado"...rs
    Já enviei, e, já levei da nossa branquinha para ele, e para ficares orgulhoso ele gosta da MINEIRA!Não sei qual o sogro da minha irmã consegue, mas ele sempre compra para que eu presentei o Espanhol uma que vem toda enrolada em palha de milho.

    Beijinhosss

    ResponderExcluir
  2. MOMENTO MANGUAÇA CULTURAL, gostei do título, rs e a história do aguardente, mto bom!

    qtos apelidos pra cachaça! não conhecia qse nenhum, rachei com vários rs.

    Aqui no Japão cachaça é uma bebida fina, muito chique. Vendida sempre no setor das bebidas mais elegantes, chamada de cachaçazakê rs. é sério.
    e nos bares a caipirinha faz mto sucesso!
    legal!
    bom domingo

    ResponderExcluir
  3. me animei com o tema e tb falei de birita hj no blog hehehe
    abraços

    ResponderExcluir
  4. Como boa mineira eu pergunto:Existe algo melhor que uma cachacinha antes de uma costela com mandioca...Coisa dos deuses. Deixo beijos e tulipas

    ResponderExcluir
  5. Lufe vamos parar com a conversa, moço!
    Desce uma da boa aí, mas tem que ser boa mesmo. Pode ser a Boazinha (mais em conta), ou a Havana (ambas de Salinas). Mas também aceito uma que é demais e se chama Gotas de Minas (curtida em barril de carvalho). Manda que bebo e nem faço cara feia.

    ResponderExcluir
  6. É, quero saber o seguinte: tem uma pinguinha da boa neste buteco pra dar prosseguimento à conversa, que vai longe...???
    Então, manda vir...
    Lufe, querido, obrigada pelo carinho de sempre!
    Beijo!!!

    ResponderExcluir
  7. Cachaça tem até história e sinônimos podendo até ser traduzida para outras línguas! Isso me leva a concluir que cachaça é coisa séria!
    Muitos bjs querido amigo

    ResponderExcluir
  8. vim do link do blog do Alê e ri muito aqui

    ResponderExcluir
  9. Oi Lufe!

    Eu gosto! Adoro uma caipirinha, aliás. A cachaça, como o vinho, o whisky e a cerveja, têm histórias bacanas. O processo é elaborado para fazer algumas garrafas. É interessante, que todos são feitos de processos químicos naturais. A origem é natural, eu digo. A cachaça vem da cana, o vinho da uva, o whisky dos grãos, do malte, e a cerveja da cevada. Ou seja, está tudo aí, na natureza! Ô natureza abençoada!!!

    Beijos

    Carla

    ResponderExcluir
  10. O Boteco do Lufe,tb é cultura!uma caipirinha vai bem..
    Excelente semana,que seja de boas energias,paz,saúde e luz!
    beijos poéticos,
    Mari

    ResponderExcluir
  11. É isso aí Lufe. Cachaça é a nossa bebida nacional! Sou patriota, bebo cachaça. Aprecio com moderação. Então manda uma amarelinha que é mais suave ao meu paladar. Ah, mas só quando o inverno chegar, ok? Neste calor, vou ficar com a cerveja ou com a água de coco. Ambas Beeemmm geladas!!!

    Bjs,

    ResponderExcluir
  12. Lufe,
    confesso: Eu gosto de pinga! Gosto na caipirinha e pura. A pura prá ser tomada com caldinho de feijão. Aí...manda uma dose da melhor, acho que vou prá mesa do Guará e da Carla, rs
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir

Entre no papo, comente!
Sua opinião é sempre bem vinda!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...