Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

terça-feira, 29 de março de 2011

MEME LITERÁRIO


Meme indicado pela querida Gisa do Blog Ler, escrever e viver (veja aqui o post) ao qual respondo com muito prazer, embora ache muito dificil fazê-lo sucintamente como ela pede. Como sempre, respondo ao meu modo.

1) Existe um livro que você leria várias vezes sem se cansar?

1984 de George Orwel, sempre me leva a novas linhas de pensamento sobre a nossa sociedade.

2) Se você tivesse que escolher apenas um livro para ler para o resto da sua vida qual escolheria?

 Cem Anos de Solidão de Gabriel Garcia Márquez.

3) Indique três dos seus livros preferidos.

Não tenho como indicar somente três. Indico então, alguns livros de lembrança imediata e que tiveram importancia na minha formação, me despertaram variadas sensações e ainda me deram uma visão mais abrangente do mundo.

1984 de George Orwel
 Cem Anos de Solidão de Garcia Márquez.
O Velho e o mar de Hemingway
O Profeta de Khalil Gibran
On The Road de Jack Kerouak
Tropico de Cancer de Henry Miller
Sexus de Henry Miller
O Presente da Águia de Carlos Castaneda
Admirável mundo novo de Aldous Huxley
A Ilha de Aldous Huxley
As Portas da Percepção de Aldous Huxley
Os Sofrimentos do Jovem Werther de Goethe
Crime e Castigo de Dostoievski
Madame Bovary de Flaubert
Dom Casmurro de Machado de Assis
Dom Quixote de Cervantes
A Metamorfose de Kafka
As Chaves do Reino de Cronin
Quarup  de Antônio Callado

4) Esta pergunta não estava no Meme, mas não posso deixar de citar alguns livros que povoaram a minha infancia e inicio da adolescencia e que me fizeram sonhar.

A coleção de Monteiro Lobato
O Tesouro da Juventude
A coleção de Tarzan de Edgar Rice Burroughs
Os contos dos Irmãos Grim
Os contos de Hans Christian Andersen
Os contos de Edgar Allan Poe
Os livros de Mark Twain
Fabulas de Esopo.
A coleção de Agatha Christie 
A coleção de Julio Verne

5) Indicar 10 blogueiros para responderem ao Meme

Como sempre fui um contraventor, deixo o tema aberto para todos os leitores que se interessarem em divulgar o que lêem.
Quem se habilita a responder ao Meme?
Está lançado o desafio!



25 comentários:

  1. Boas leituras, Lufe, boas mesmo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Lufe,

    Eu já respondi a este meme, no CONTOS DE LILY.

    Eu amava ler A gata triste... rs!

    E, "Cem anos de solidão", mesmo com toda aquela repetição de "Aureliano`s", foi um dos melhores livros que li. Não me esqueço do homem que tinha o corpo todo "bordado em ponto cruz" e nem da mulher que fazia uma colcha sem fim para o enterro da outra, pelos meses seguidos de chuva, pela menina que comia paredes... livro absolutamente admirável.

    Beijos.

    Suzana/LILY

    P.S": Eu queria saber, o que é "meme"?

    ResponderExcluir
  3. Suzana,

    O "meme" na linguagem dos blogs me parece ser apenas a transmissão de informação de uma pessoa para outra, seriam replicadores de comportamentos.

    Eu tenho a coleção completa de "A Gata triste" até hoje, juntamente com a de Conan Doyle, do Sherlock Holmes. Você sabia que os livros dela já foram traduzidos mundialmente mais do que a Biblia?

    Eu adoro este realismo fantastico de 100 anos.

    È sempre bom quando passa por aqui.

    bjos

    ResponderExcluir
  4. Bom dia meu querido!
    Lançar desafio?
    tem tudo a ver com você,
    ler sempre foi um prazer,desde
    da minha infancia e sou amante de Machado
    de Assis e JOsé de Alencar.
    um abração!

    ResponderExcluir
  5. Eu também gosto de ler Henry Miller!

    Um livro que não me cansa é "A Casa dos Budas Ditosos", do João Ubaldo Ribeiro.

    Beijo, beijo e obrigada pelo comentário bonito lá no blog. ;)

    ResponderExcluir
  6. Liberdade,

    Pelos teus escritos percebe-se que você tem intimidade com as palavras e isso é caracteristica de quem tem intimidade com a leitura....
    Topas o desafio?....rs

    bjo

    ResponderExcluir
  7. Marcia,

    Esses memes trazem revelações....rsrs

    bjo

    ResponderExcluir
  8. Luna,

    Eu acho este cara o maximo. Escrever daquela forma na epoca em que o fez.....E como escreve bem. Cru. Com todos os conflitos à mostra. Explorava todas possibilidades. A liberdade de expressão deve muito a ele e tambem a Anais (que tbm era muito boa) que bancou a publicação do Tropico.Mulherzinha ajeitada.

    Você acredita que não conheço o João Ubaldo?
    Claro que já ouvi falar muito nele e já li algumas cronicas. Nunca tive um interesse maior. Pela sua indicação, certamente já coloquei os budas na fila...rsrs

    O texto, transparente e lindo por sinal, é que inspira....rsrsrs


    bjoca procê

    ResponderExcluir
  9. Lufe,
    não poderei responder o Meme, viraria uma biblioteca, rs
    Eu iria com você para ilha deserta, Cem anos de Solidão é o máximo, mas como voce tá levando ele eu levaria Grande Sertão, Veredas, prá você não ficar triste.
    De João Ubaldo Ribeiro eu gosto muito de "Viva o Povo Brasileiro".
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  10. Que listona de primeira! vou copiar os nomes dos livros que não li. 1984, Fahrenheit 451, Admirável mundo novo... não tem como ler e continuar "igual", olhar o mundo da mesma forma.

    Seus livros da infância e adolescência, que universo rico para formar um caráter, um cérebro. nem tinha que ser diferente, a gente percebe só pelo jeito que vc escreve, os temas que aborda.

    hj tá meio complicado, a opinião se forma em 140 caracteres de twitter, sites de fofoca, bobagens na tv... e livros pegam pó em muitas casas...
    abraços.

    ResponderExcluir
  11. Jussara,
    Se eu fosse falar de tudo, tambem.
    Leio até bula de remedio, não tenho nenhum preconceito quanto a leitura. Li todos os livros de Henry Potter, os Irving Wallace, Grahan Greene, james Clavel, Herman Hesse,os de Harold Robbins, Fernando Morais, Beauvoir, Camus, Gore Vidal, enfim uma miscelanea.

    Se for um convite, pra ilha me mudo....rsrs

    O Grande Sertão foi o unico livro que não consegui ler por completo.Acho muito pesado.
    É um ler nas entrelinhas vestido na capanga do sertanejo.Se situar no ambiente.
    Embora sempre o pegue e leia trechos. Adoro a escrita do Guimarães. Gosto da fala do Riobaldo.

    bjos

    ResponderExcluir
  12. Alexandre,

    Eu sou das antigas....rsrs
    Acho que ninguem lê mais estes livros da minha infancia. A linguagem e a forma mudaram.
    Tambem, se alguem fosse le-los nos dias de hoje seria tratado como contraventor, pois todos eles seriam censurados pela batuta do "politcamente correto." Pode?

    Obrigado pelos elogios. Acho que tem muito a ver com a forma de pensar.A gente é feito das influencias que absorve.

    abço

    ResponderExcluir
  13. Obrigada pela disponibilidade Lufe! Adorei te conhecer mais um pouquinho através dos livros.
    Concordo que Monteiro Lobato na infência é obrigatório. Leram para mim e li, quando já podia ler, todos. Um grande bj querido amigo
    PS: adoro transgressões, mas dessa vez fui certinha...

    ResponderExcluir
  14. Lufe,
    se vamos estar numa ilha deserta Grande Sertão é perfeito, pois vai poder ler lentamente, bem lentamente, rs
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  15. Gisa,

    O que vcê sugere que eu não faça sorrindo?
    Este meme é gostoso de responder. Evoca boas lembranças.
    Mesmo certinha você causa.......rsrs

    bjoca

    ResponderExcluir
  16. Jussara.

    Nunca experimentei, mas deve ser um bom livro para leitura a dois, em boa companhia, com discuções de trechos, de linguagem, da profundidade dos temas, das palavras inventadas, sobre o modo de olhar a vida dos personagens encantadores....e com todo o tempo do mundo para isso.

    Continuo topando.....rsrs

    bjos

    ResponderExcluir
  17. Oi,Lufe!Muito bom receber sua visita, tava sentindo tua falta.Adoro ler, confesso que não li metade dos teus livros sugeridos e tem muitos deles que eu quero ler, eu tenho verdadeiro facinio por livros.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Sibele,

    Estavamos meio sumidos, né?
    Todos estes livros são otimos, cada um a seu modo.
    Vale a pena le-los.
    Apareça mais.

    bjinho

    ResponderExcluir
  19. Oi Lufe!

    Poxa, que lista! Só me faz admirar ainda mais a tua pessoa, pode crer. Fantásticos os livros que você relacionou. Adoro "Cem Anos de Solidão", já o li algumas vezes e sempre me parece a primeira vez, é incrível. "Dom Casmurro" também faz isso comigo, assim como também "Metamorfose". Mas de todos, "O Profeta" é um livro que considero maravilhoso, essencial e perfeito. Fiquei muito feliz por vê-lo em sua lista.
    De resto, quero também comentar sobre Monteiro Lobato e Agatha Christie. Ambos, às suas maneiras, ensinaram-me tanto! Não sou capaz de resumir aqui, mas cito dois exemplos apenas. Lembro-me do quanto aprendi de Mitologia com Monteiro Lobato, e também português e matemática.
    E com A.C., lembro-me, em especial, da velhinha, Miss Jane Marple, que dizia: "A natureza humana, meu caro Raymond, é a mesma. Seja em Saint Mary Mead, seja em Londres ou no Cairo". Uma coisa assim. E também a descrição dos lugares, casas, ambientes, roupas, famílias, costumes e tudo mais, da Inglaterra daquela época. Isso, pra mim, é inesquecível.
    Eu os leio até hoje.
    Ah, e Mark Twain também!

    Beijos, meu cada vez mais admirável Lufe

    Carla

    ResponderExcluir
  20. Minha querida Carla,
    Você, sempre um doce de pessoa.

    Realmente, os livros nos transportam a outros mundos, fazem a nossa imaginação flutuar por lugares inimagináveis, nos ensina a perceber comportamentos, valores, uma visão mais ampla da vida e das pessoas. Já suei sob o sol do Saara e à noite apreciei suas estrelas. Já fui à lua, vivi em ilhas desertas, percorri o fundo do mar. Penetrei no mais intimo da alma humana, com seus amores e horrores. Naveguei no Mississipi, fui ao centro da terra. Comi broa de fubá de Tia Anastácia transvestido de barata, participei de orgias com Anais. Me intimidei com o Grande Irmão ouvindo citações em Novilingua. Me droguei com o “Soma”, vi nascerem bebes de proveta e naufragando com Will Fanarby aportei em uma ilha onde aprendi: "Deixem de ser o que ignorantemente pensam ser e se transformem no que realmente são." Vagabundei na Route 66 com Kerouak, visitei o Chamã com o Huxley. Conheci Aurelianos e Riobaldos, Sexta Feira e Hukleberry Flin. E afinal, Capitu traiu ou não traiu? Essas "viagens" vieram através das paginas destes livros maravilhosos. Outras viagens virão.

    bjos

    ResponderExcluir
  21. Lufe, sua lista de livros está imperdível. Alguns eu ainda não li, vou seguir suas dicas hehehe.

    Recebi este meme outro dia, mas ainda não postei. Tá na fila, Me aguarde.

    bjs,

    ResponderExcluir
  22. Oi Malu,

    Que bom que gostou.
    E a sua lista?
    Tou de olho....rsrsrs

    bjo

    ResponderExcluir
  23. Engraçado nossa lista é muito similar, também releio sempre que posso 1984 e Revolução dos Bichos (outro que amo).
    De livros recentes, apaixonei por "A Menina Que Roubava Livros". Um livro encantador e fascinante.

    ResponderExcluir
  24. Patricia,

    Me esqueci do "Revolução", espetacular!
    "A menina" ainda não li.
    Mais um pra fila....rsrs

    bjo

    ResponderExcluir

Entre no papo, comente!
Sua opinião é sempre bem vinda!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...