Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

Tela do artista plástico moçambicano Antero Machado.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Papos de Buteco 58 - Colóquio Canino

Eu sempre gostei muito de bichos. Com pena, pelo ou escamas.
Desde menino, como sempre morei em casa, sempre os tive em profusão.
Já tive pombos, coelhos, canários, tartarugas, peixes em aquário e tanques, cachorros de varias espécies e agora tenho gatos.  Acho que eles dão vida à casa.
Aqui no Buteco, como é um estabelecimento comercial, não é permitida a entrada de animais domésticos. Por mim ate que eles entrariam, mas a maioria dos fregueses não gosta de se alimentar com animais por perto. Já ocorreram brigas feias por aqui antes que tomasse esta medida. Alguns reclamam que com a presença dos animais o ar fica cheio de pelos que caem na comida. Outros não gostam do barulho. Os donos dos animais reclamam dizendo que eles são da família e se eles não podem ficar eles também não ficam. E um caso serio!.
Como a maioria não gosta, preferi deixar aberto o acesso somente a cães guia.
Destes ninguém reclama, pois seria politicamente incorreto.
Tenho no passeio, logo ao lado da porta de entrada, em frente a uma vitrine imensa por onde se pode ver toda a rua, uma barra onde os donos podem prender seus animais. Forneço ração e agua e à porta fica um funcionário pra ficar de olho neles. Vai que alguém os roube ou maltrate.
Os animais sempre me interessaram e eu frequentemente tentava manter algum dialogo com eles. A gente nota que eles conseguem se comunicar entre si, eles nos entendem, mas a gente não consegue entende-los direito.
Para resolver essa minha vontade, andei tomando umas aulas com o doutor Dolittle, aquele do cinema, sabem?
Fiquei craque! Vocês não imaginam o que eles falam entre si ou até mesmo o que dizem de nós humanos em geral ou de seus donos.
Um domingo desses, casa cheia para o almoço, eu resolvo sair à porta para espairecer. Havia três cachorros do lado de fora aguardando seus donos.
Um dobermann, um pastor alemão e um São Bernardo entabulavam um papo animado. Eu curioso, estiquei os ouvidos para a conversa.
Conversa vai, conversa vem, o pastor pergunta para o dobermann o motivo de ele estar meio sorumbático.
O dobermann respondeu:
- Mês passado, a cunhada do meu dono levou sua cachorrinha lá em casa. Não deu outra: tracei a bichinha. Resultado: o desgraçado do meu dono mandou me castrar... E você? Percebo que também perdeu aquela alegria costumeira. Aconteceu alguma coisa?
- Comigo aconteceu um caso semelhante. Foi uma amiga da minha dona lá em casa e não teve jeito. Agarrei sua perna e me enconchei todo nela... Ela tinha umas pernas que era uma coisa de louco... Mas como nem pé de mesa eu tava perdoando, a minha dona também mandou me castrar...
Os dois, percebendo que o São Bernardo escutava a conversa atentamente com um sorrisinho maroto, perguntaram, quase que ao mesmo tempo:
-E você, o que lhe aconteceu para estar com este sorriso na cara?
O São Bernardo respondeu:
-Há uns quinze dias, meu dono chegou de uma manifestação de rua, bandana na cabeça, camiseta com as cores do arco-íris encharcada de suor, tomou uma ducha bem quentinha, banho com sais aromáticos, passou loção Nívea Baby, depois talquinho alí, creminho acolá, e caiu de bruços na cama, quase desfalecido, coitado!... Foi aí que não aguentei: pulei em cima dele e mandei ver!...
E novamente os dois perguntaram, quase que ao mesmo tempo:
- Você vai ser castrado na certa, né?
- Que nada... Ele só me levou ao salão para aparar as unhas....

Preciso falar que nessa hora eu desejei ser analfebeto em cachorrês?

20 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Eita Lufe heim?
    Tem gosto para tudo. Inclusive de cachorro...
    Sabia que havia 1010 humano, mas cachorro?
    Nunca ouvi falar!

    PS - 1010 - menino que gosta de viado!

    bjos

    ResponderExcluir
  2. Senso de oportunidade é tudo, néam, Luiz Fernando?

    Tu tem gatos, então? Adoro, adoro, adoro!!!

    Quantos? Quais as idades e nomes? Mostra fotos pra mim?

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Que maldade Lufe! Mas, já que é pra imaginação correr e com um São Bernardo, dá bem pra ser isso! Amei! hauhauhauhauhauhauhauhauhauhau
    Beijokas doces

    ResponderExcluir
  4. Mylla,

    Existe até uma lenda urbana que aborda o porque do focinho achatado do pequinês.
    Diz a lenda........

    bjo procê

    ResponderExcluir
  5. Miss Moom

    Só faltou especificar o senso de oportunidade de quem...
    Do cão ou do dono?....rsrs

    Eu te mostro, eu te mostro....

    bjocas procê

    ResponderExcluir
  6. Marly,

    Você não deixa de ter uma certa razão....entre um São Bernardo e um Chihuahua, pelo menos o SB não late fino, né?

    bjos procê

    ResponderExcluir
  7. Oi Lufe,
    Gostei da história dos cachorros. Achei super engraçada. Ri, contei para as amigas e todo mundo gostou.
    Achei seu blog um barato e já estou te seguindo.
    Convido-te a conhecer o meu recanto. Espero que gostes. Será um imenso prazer recebê-lo por lá.
    Um grande beijo,
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  8. Maria,

    Seja bem vinda ao Buteco.
    Que bom que gostou. Dar boas risadas torna a vida mais leve.
    Obrigado pelo convite...

    bjo procê

    ResponderExcluir
  9. De ambos, Luiz Fernando...ahahahahahaha

    Mos-tra, ta-na-nã! Mos-tra, ta-na-nã! Mos-tra, ta-na-nã!

    =D

    Beijo gigante pra ti.

    ResponderExcluir
  10. Miss Moon.

    He he he

    >:->

    bjão procê

    ResponderExcluir
  11. kkkkk rachei de rir, rs

    ResponderExcluir
  12. Mama mia, quanta imaginação, hein Lufe?rs. Mas, gostei de você, porque também eu amo os animais. Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Kinha,

    Que bom que gostou....

    bjo procê

    ResponderExcluir
  14. Shirley,

    Imaginação fertil é o qe não falta por aqui.....rsrsrs
    A gente se diverte.

    bjo procê

    ResponderExcluir
  15. KKKKKK
    Mas que São Bernardo "bandjido" é esse? Hehehe. Adorei saber que você é bilíngue no idioma cachorrês. Quando tiver outro papo destes com as cachorras (as de quatro patas), posta no Buteco também. Quero conferir o que elas pensam das suas donas.
    Rsrsrs.
    Bjusss
    Sil

    ResponderExcluir
  16. Sil,

    O SB "bandjido"? Os dois aproveitaram bem a oportunidade.Tá lá ele de unhas feitas em manicure canina.....rsrsrs
    Aprendi tambem o gatês....o gorilês e o burrês, já nasci sabendo. O mais dificil foi desaprender.
    Quando elas aparecerem por aqui, vou prestar atenção na conversa.....pode deixar que eu te conto...rs

    bjo procê

    ResponderExcluir
  17. kkkkkkkk
    pra ouvir esse tipo de conversa, só sabendo muito cachorrês! Esse São Bernardo realmente é de e da família, rs
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  18. Jussara,

    Ele agora é da familia....
    O bom do SB é que ele leva o tonel de conhaque pendurado no pescoço. Tá carente? Dá-lhe conhaque.....rsrs

    bjo procê

    ResponderExcluir
  19. Nada a declarar....kkkkk
    Adoro vir aqui para rir um bocado..kkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  20. Oi Caroll,

    E que bom que veio!!!!

    bjo procê

    ResponderExcluir

Entre no papo, comente!
Sua opinião é sempre bem vinda!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...